“A Tara e a Toga”, de Waldemiro Viana, é tema do Happy Hour da Escola de Magistratura

0
713

O escritor Waldomiro Viana (foto), integrante da Academia Maranhense de Letras (AML),  é o convidado do Happy Hour Cultural da Escola Superior da Magistratura (Esmam), do próximo dia 13 (sexta-feira), a partir das 17 horas.

No evento, aberto ao público, Viana abordará os aspectos mais relevantes do seu livro “A Tara e a Toga” (2010), romance-ficção ambientado na São Luís do século XIX, baseado em caso verídico,   que conta a história do envolvimento entre o magistrado José Cândido de Pontes Visgueiro e sua amante, Mariquinha.

A obra traz ilustrações criadas exclusivamente por Jesus Santos para integrar a narrativa do escritor maranhense, que carrega suas obras com humor e um certo teor de sensualidade.

Waldemiro também é autor das obras “Graúna em Roça de Arroz” (1995), “A Questionável Amoralidade de Apolônio Proeza” (1991), “o Mau Samaritano” (1999), “O Pulha Fictício” (2012) e “A Vez da Caça” (2015), além de “Passarela do Centenário, Outros Perfis” (2008) e “Maria Celeste”, que reúne dados biográficos em sonetos de todos os membros da AML.

Happy Hour – O Happy Hour Cultural é uma iniciativa da Esmam que viabiliza lançamento e análise de obras literárias, apresentação de talentos, espaço para debates sobre temas da atualidade, ciência, arte e entretenimento, sempre com um convidado de destaque. O projeto faz parte do calendário de ações da instituição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui