Adereços para o carnaval são comercializados na Feirinha de São Luís

0
286

Apesar do clima chuvoso, um bom público participou, neste domingo (04), de mais uma edição da Feirinha São Luís, realização da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). O evento, que ocorre na Praça Benedito Leite todos os domingos de 7h às 15h, tem como proposta principal o fortalecimento e o escoamento da produção rural, estimulando a agricultura familiar e movimentando o Centro Histórico.

Este mês a programação cultural vem em ritmo de pré-Carnaval, o que tem impulsionado as vendas de artesanato com esta temática já que a iniciativa também abre espaço para outras vertentes como as artes plásticas, gastronomia e cultura maranhenses.

“Quando se pensa no que fazer aos domingos, a Feirinha São Luís é uma alternativa”, diz o secretário Ivaldo Rodrigues, para quem “este projeto é para a população da cidade, para os turistas e para quem aprecia a cultura e a gastronomia regional. A chuva não impede as pessoas de fazerem deste espaço um ponto de encontro e contribuir para valorizar o que é nosso”.

No domingo de carnaval, novas opções de produtos artesanais são encontrados nas 30 barracas destinadas para comercialização do setor, na Feirinha São Luís. As opções vão desde fantasias infantis completas, como acessórios, enfeites florais para a cabeça, tiaras com orelhas de bichinhos, e a mais pedida dessa temporada, a tiara de unicórnio, incrementadas com brilhos, lantejoulas e missangas, tudo feito à mão, valorizando o trabalho das artesãs.

 

Diversão – O público que passou pela Feirinha São Luís dançou e cantou ao som de grupos musicais e folclóricos locais. A programação de pré-Carnaval do evento teve início com a já conhecida Banda da Feirinha, que esquentou o público com um repertório de canções maranhenses, além de marchinhas e outras músicas consagradas nacionalmente.

A programação cultural seguiu com o forte bater dos tambores do bloco Originais do Ritmo; marchinhas e sambas carnavalescos com as atrações Juarez e Banda, Sem Limites e Grupo Lamparina. Encerrando as apresentações, um dos maiores e mais representativos grupos folclóricos da cidade, o Jegue Folia, animou e fez todo mundo tirar o pé do chão com marchinhas, frevos, sambas e a alegria contagiante e irreverente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui