Adutora do Sistema Italuís rompe, mas Caema diz que abastecimento não será afetado

0
1595

AQUILES EMIR

Depois de uma interrupção de cerca de quatro dias, semana passada, no fornecimento de água para São Luís a fim de fazer a ligação da nova autora Do Sistema Italuís, a Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) voltou a enfrentar problema nesta sexta-feira (25) com um rompimento na tubulação a altura do povoado Peris de Baixo, mas a empresa diz que não haverá prejuízo à população.

Durante a suspensão, mais de cem bairros ficaram sem fornecimento de água e a estatal teve de manter serviços de carros-pipa para abastecer hospitais e bairros carentes.

De acordo com nota da empresa, um manômetro, instalado provisoriamente, para provimento pré-operacional da nova adutora, desprendeu-se.

Sábado passado (19), a empresa havia comunicado que todo o serviço havia sido realizado com sucesso e ao longo da semana foram veiculadas várias inserções em emissoras de rádio, na qual a empresa garantia que os serviços estavam sendo desenvolvidos a contento.

O rompimento na adutora chegou a assustar queM trafegava pela BR 135, mas não houve grandes transtornos, porém, mais uma vez levantou-se a dúvida sobre quando a Caema irá dar uma solução definitiva para o problema.

A nova adutora foi entregue em 2014 com 90% concluída. Passados três anos e cinco meses, o governo do estado não consegue colocá-la em funcionamento de forma definitiva e segura.

Eis a nota da Caema:

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que, no fim da tarde desta sexta-feira (25), o manômetro instalado provisoriamente para monitoramento da pré-operação da adutora desprendeu-se, o que foi contornado de imediato. O Sistema não foi desligado e não há prejuízo para o abastecimento da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui