Aiatolá Khamenei elogia luta do povo iraniano contra coronavírus

0
74

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, elogiou os iranianos por seus sacrifícios “deslumbrantes” na luta contra o surto de coronavírus no país.

Em um discurso na televisão estatal para o Ano Novo persa, a maior autoridade do Irã disse que o ano tem sido tumultuado para os iranianos, que sofreram com sanções impostas pelos Estados Unidos, inundações e o coronavírus, que já matou quase 1.300 pessoas no país e infectou mais de 18 mil.

“Esses atos de sacrifício foram feitos por grupos médicos, clínicos, enfermeiros, assistentes, gerentes e funcionários que trabalham em hospitais”, disse Khamenei, que parecia saudável apesar dos rumores de que teria sido infectado com Covid-19.

Autoridades próximas a Khamenei, contactadas pela Reuters na quarta-feira, negaram os boatos.

Nowruz, ou “novo dia” em persa, é uma celebração antiga e a mais importante data do calendário, quando famílias se reúnem e trocam presentes. No entanto, o coronavírus ofuscou as comemorações.

“O ano passado foi tumultuado para a nação iraniana”, afirmou Khamenei. “Foi um ano que começou com as enchentes e terminou com o coronavírus,  mas vamos superar todas as dificuldades com união.”

Ele nomeou o novo ano como “o ano de aumentar a produção”.

Em mensagem separada, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, elogiou médicos e enfermeiros pela coragem em combater a doença.

Milhões de iranianos estão confinados em suas residências durante a comemoração do Ano Novo, mas a polícia alegou que muitos desafiam os alertas dados por autoridades da saúde para permanecer em casa e evitar multidões.

(Agência Brasil com informações de Parisa Hafezi e foto do site oficial de kahmenei)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui