Aluísio Mendes critica Flávio Dino por ofensas ao presidente eleito Bolsonaro

0
280

AQUILES EMIR

O deputado federal reeleito Aluísio Mendes (Pode), um dos integrantes da bancada maranhense que já tiveram a oportunidade de conversar com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), antes da eleição, disse em entrevista a Roberto Fernandes no programa Ponto Final da Mirante AM, nesta segunda-feira (29), estar convencido de que os maranhenses não serão prejudicados pelo governo federal que se instala em 1° de janeiro de 2019 por conta das posições assumidas pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Mendes sugeriu, no entanto, que o chefe do Executivo Maranhense pelo menos se prontifique a manter uma relação institucional com o novo presidente, o que não se percebeu até o momento.

De acordo com o parlamentar, as posições assumidas por Flávio Dino, antes e depois da eleição, não condizem com a de um governante que tem responsabilidade com toda uma população, pois não se limitaram a apoios ao candidato derrotado, Fernando Haddad (PT), mas de críticas e até ofensas ao vencedor, e isto não é saudável num regime democrático.

Para Aluísio Mendes, os maranhenses terão o mesmo tratamento que será dispensado às populações dos demais estados, e acredita que o estado receberá investimentos tanto na área econômica quanto social. Seria importante, segundo ele, que o governador estivesse disposto a abrir portas, manter um bom relacionamento com Brasília e apresentar suas demandas, não ficar numa linha de resistência e até antecipando um caos com base apenas no seu ponto de vista ideológico, já que o governo nem começou, portanto não pode sequer ser avaliado ou criticado como já vem sendo feito.

O deputado do Pode disse que sua aproximação com Bolsonaro, além da convivência no parlamento, se estreitou mais ainda por mediação de um dos filhos do novo presidente, o deputado federal por São Paulo Eduardo Bolsonaro (PSL), que é também da Polícia Federal, de onde veio Aluísio.

Pelo que deu para perceber, Bolsonaro está disposto a cooperar com o governo maranhense com ações na área da Segurança, da Infraestrutura, Educação ações sociais etc, e para que isto ocorra contará com apoio de boa parte da bancada maranhense, que, mesmo não tendo afinidade com o pensamento do novo presidente, vai estar ao seu lado naquilo que for para beneficiar o Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui