Após estar vencendo por 2 a 0, Moto sai da Copa do Brasil e Sampaio perde na Copa do Nordeste

0
300

Após estar vencendo até os 15 minutos do segundo tempo, o Moto foi desclassificado da Copa do Brasil pelo ABC, nesta quinta-feira (08) à noite, nas cobranças de pênaltis, em jogo realizado em Natal (RN). A noite também não foi boa para o Sampaio Corrêa, que numa partida pela Copa do Nordeste, em Recife (PE), saiu na frente, mas perdeu de virada para o Náutico.

Os gols no estádio Frasqueirão, na capital do Rio Grande do Norte, foram marcados por Márcio Digo (duas vezes para o Moto) e Maurício e Rodrigo Rodrigues para o ABC. O Alvinegro Potiguar terá pela frente o Santa Cruz na fase seguinte da competição.

Na marca dos 38 minutos, Márcio Diogo recebeu cruzamento e finalizou de primeira, colocando o Moto em vantagem. Na volta do intervalo, aos 12 minutos, Márcio Diogo dominou a bola na grande área e chutou cruzado para fazer o segundo do Moto.

Aos 15, o ABC encontrou o caminho do gol em cabeceio preciso de Maurício e aos 44, Rodrigo Rodrigues aproveitou bom cruzamento de Ivan e cabeceou para empatar o jogo, levantando o torcedor da casa.

Na decisão por pênaltis, Ivan, Eder, Anderson, Maurício e Rodrigo Rodrigues converteram para o ABC. O goleiro Edson pegou a cobrança de Márcio Diogo e colocou o Alvinegro na próxima fase da Copa do Brasil.

Sampaio – Em Recife, o Náutico se manteve vivo na briga pela classificação, pois deixou a lanterna do Grupo B ao superar o Sampaio por 2 a 1, de virada, no Estádio dos Aflitos. Com oito pontos em cinco rodadas, o time pernambucano alcançou a mesma pontuação do ABC, atual quarto colocado, mas segue fora do G-4 devido ao saldo de gols.

A primeira chegada de maior perigo foi do Náutico, aos 15 minutos, mas quem abriu o placar foi o Sampaio Corrêa. Após o Timbu assustar com Robinho, o Tricolor respondeu e, aos 19 minutos, Maxuell Samurai balançou as redes. O atacante aproveitou cruzamento da esquerda e, com categoria, dominou e acertou um belo chute para colocar os visitantes na frente, 1 a 0. Ainda no primeiro tempo, o time pernambucano reagiu e deixou tudo igual com Hereda, aos 29 minutos.

Com um jogador a mais, após a expulsão de Patric, o Náutico voltou para o segundo tempo dominando as ações. A virada do Timbu veio logo aos três minutos. Lançado por Odiválio, Robinho acertou o ângulo de Rodrigo Carvalho e fez 2 a 1. O gol garantiu a vitória dos donos da casa.

(Com informações da CBF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui