Aprendendo a jogar: lenda do poker dá dicas para ser bem sucedido no jogo de cartas

2
300
Mike Sexton é membro do Hall da Fama e presidente do partypoker. Foto: Divulgação

Engana-se quem pensa que ter sucesso no poker é uma questão de ter sorte e ser brindado com as melhores mãos. Aliás, esse é exatamente o motivo pelo qual a modalidade é considerada um esporte da mente, e não simplesmente um jogo de azar. Afinal, muitos atributos psicológicos e estratégicos são necessários para ser um grande campeão.

Um dos exemplos disso é Mike Sexton, considerado uma lenda do esporte. Aos 72 anos, o norte-americano já acumulou mais de US$ 6,2 milhões (cerca de R$ 26 milhões, considerando a cotação atual do dólar) em premiações, sendo uma das mais representativas uma conquista do World Poker Tour, em 2016, além de bracelete do World Series of Poker em 1989.

Sexton já foi campeão do World Poker Tour e do World Series of Poker. Foto: divulgação

Com uma carreira tão vencedora, a sorte não pode ser o único motivo de sucesso. Membro do Hall da Fama e ex-campeão mundial, Mike Sexton elenca algumas características que são essenciais para um grande jogador da modalidade.

 

Siga as dicas para se dar bem no jogo:

  • Organização – Um dos pontos mais importantes é a organização na carreira, que sempre deve ser feita com planejamento e, principalmente sabedoria. Portanto, para Sexton, mais do que organização, é necessário ter um plano bem definido para que o jogador colha os frutos de anos de prática, estudo e investimento. “Você deve definir uma meta e ter um plano para alcançar seu objetivo. Lembre-se: um objetivo sem um plano é apenas um desejo. Tenha um plano”, diz a lenda.
  • Agressividade – Uma dose de agressividade nas mesas é necessária. Não, isso não quer dizer que é preciso ofender e agredir seus concorrentes. A agressividade, nesse contexto, é em relação ao jogo. Em seu livro “Life’s a Gamble” (“A Vida é uma Aposta”), lançado em 2016, Sexton explica a importância de ser audacioso e deixar a cautela exagerada de lado quando se trata de apostar suas fichas. “A diferença entre jogadores vencedores e perdedores é que os vencedores apostam na maioria das vezes, enquanto os perdedores dão call na maioria das vezes. Para ter sucesso no poker, você precisa ser um jogador agressivo e liderar o pote”, aponta.
  • Gestão – Gerir uma carreira no poker, para Sexton, é como administrar uma empresa. Embora a agressividade já citada seja importância, é crucial que as atitudes sejam sempre dotadas de uma boa dose de racionalidade, com pouca emoção envolvida. Seguir o planejamento é fundamental para não dar um passo maior que a perna e por tudo a perder. “Quando você joga poker, você administra uma empresa na qual você é o CEO. O seu trabalho é administrar a empresa de uma maneira rentável”.
  • Disciplina – Outro fator que separa grandes campeões de jogadores medianos é a disciplina, ou seja, seguir à risca aquilo que foi planejado, ter uma consistência de torneios disputados (online ou presencial), estudar o jogo sempre que possível, além de constantemente se manter atualizado das novidades do mundo do poker, dos torneios e dos principais concorrentes. “A disciplina é a sua maior chave quando o assunto é jogar poker de maneira consistente. Não saia de casa sem ela”, diz Sexton.
  • Ambição – Por fim, Sexton acredita que um grande jogador deve ser dotado de uma grande ambição. Ou seja, nunca se contentar com posições menores em eventos, embora elas muitas vezes garantam boas premiações. O foco deve ser sempre o primeiro lugar, é ele que dá a visibilidade para um jogador. Além disso, jogar mesas finais permite grande aprendizado e garante mais consistência de resultados. “É bom quando você vai para casa com o bolso cheio, mas colocar aquele troféu na estante da sala é a cereja do bolo”, afirma Sexton.

Como em qualquer esporte, ser bem sucedido no poker exige muita preparação, um psicológico forte, anos de estudo, bastante prática e, acima de tudo, um espírito vencedor durante as partidas e torneios. A sorte é apenas um componente, que certamente acompanha todos os grandes campeões, como Sexton, mas ela não é o fator preponderante para uma carreira de sucesso na modalidade.

Atualmente, Sexton é presidente da partypoker e um dos comentaristas mais conceituados do esporte, além de um jogador bastante ativo nos circuitos, tendo vencido o World Poker Tour aos 69 anos, em Montreal, no Canadá.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui