Bancos disponibilizam R$ 49 bilhões para financiamento de veículos nos próximos cinco meses

0
229

O mercado de crédito para a compra de veículos segue dando sinais positivos em 2018. Os bancos de montadoras e as instituições financeiras liberaram R$ 49 bilhões em crédito para a compra de veículos, nos primeiros cinco meses deste ano, valor 30,1% superior ao registrado em maio de 2017. Para as operações de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) foram liberados R$ 48,3 bilhões e, para leasing, R$ 755 milhões.

De acordo com os dados divulgados no boletim da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (ANEF), em maio, os bancos liberaram R$ 9,915 milhões em CDC para a compra de veículos, volume 20,3% maior do que em maio do ano passado. Já as operações de leasing movimentaram R$ 132 milhões, com queda de 41,6% na comparação com maio de 2017. O maior volume, de R$ 103 milhões, foi destinado às empresas, e os R$ 29 milhões restantes às pessoas físicas.

Segundo o presidente da ANEF, Luiz Montenegro, os números representam um consumidor mais positivo. “Apesar de tímido, o crescimento constante da liberação do crédito indica um comportamento cada vez mais confiante por parte dos consumidores. Há cautela, mas as pessoas não estão desistindo de firmar o compromisso de adquirir ou trocar seu veículo, o que é muito bom para a estabilidade do mercado”, afirma.

Saldo das carteiras – Em maio, o saldo das carteiras atingiu R$ 180,8 bilhões, elevação de 1,1% em relação ao mês de abril e 12% em doze meses. Deste total, R$ 177,3 bilhões correspondem às operações de CDC e R$ 3,5 bilhões à carteira de leasing.

Taxas e Prazos – As taxas dos bancos de montadoras continuam mais atraentes ao consumidor. Em maio, a média oferecida permaneceu em 1,39 ao mês e 18% ao ano, enquanto os bancos de varejo ofereceram 1,64 e 21,5% respectivamente. O prazo médio das concessões foi de 43,1 meses. No mesmo período de 2017, era de 42 meses. Os planos máximos disponibilizados pelos bancos aos consumidores foram mantidos em 60 meses.

Inadimplência – A taxa de inadimplência nas operações CDC para pessoas físicas foi de 3,7% em maio e segue representando uma queda de 0,9% pontos percentuais em doze meses. Na carteira de leasing, o índice de não pagadores se manteve em 2,2%, redução de 1,3 ponto percentual na comparação com mesmo período do ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui