Bolsonaro diz que Flávio Dino está dificultando acordo com EUA para uso da Base de Alcântara

18
4708

AQUILES EMIR

O presidente Jair Bolsonaro admitiu em sua live pelo Facebook da última quinta-feira (15) que o acordo para cessão da Base de Lançamento de Alcântara (CLA) aos Estados Unidos pode enfrentar dificuldades e culpa o governador Flávio Dino (PCdoB) pelos embaraços. Bolsonaro chegou a pedir ao senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Congresso Nacional, que pense na possibilidade de um empreendimento como este em seu estado, caso fracassem os esforços de viabilização do CLA.

O presidente fez um ligeiro histórico desse centro e destacou o acordo feito com a Ucrânia, que não resultou em nada, e disse que a exploração pelos Estados Unidos seria a grande oportunidade de colocá-lo finalmente em operação e trazer divisas para o Brasil e em especial para o Maranhão.

Sem especificar quais embaraços, Jair Bolsonaro diz que, infelizmente, o projeto vem enfrentando muitas dificuldades e lamentou que o governador do Maranhão, só porque segue uma ideologia política diferente da sua, esteja trabalhando para inviabilizar o acordo. Para ele, esse tipo de comportamento é lamentável, pois não prejudica seu governo, mas o Brasil, principalmente o Maranhão, que iria ter a oportunidade de receber investimentos de ponta.

Uma das principais resistências de políticos da oposição diz respeito às comunidades quilombolas, que podem ter liberdade restringida para se movimentar na área com sua transformação em espaço de segurança.

Na semana passada, o projeto do acordo deixou de ser votado na Comissão de Relações Exteriores da Câmara Federal numa manobra de parlamentares do PT, PSol, PDT e PCdoB, que pediram vista, só para retardar a apreciação. A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) explicou ser favorável à exploração comercial da base, mas disse ter dúvidas quanto aos termos do acordo.

O objetivo do adiamento foi impor uma derrota ao presidente da Comissão, Eduardo Bolsonaro (PSL), que é candidato a embaixador do Brasil nos EUA, como deixou bem claro o deputado Carlos Zarattini (PT-SP), para quem Bolsonaro gostaria de chegar a Washington com  “o acordo debaixo do braço, mas não temos essa pressa”.

Ao lamentar as dificuldades para acelerar o acordo, Bolsonaro disse para o presidente do Congresso pensar numa alternativa, caso esta não dê certo e lembrou que o Amapá também tem uma posição geográfica estratégica para esse tipi de lançamento, dada sua proximidade com a Linha do Equador. Certamente, disse o presidente, o Amapá iria ganhar muito com aquilo que o Maranhão está desprezando.

18 COMENTÁRIOS

  1. Esse presidente é um louco… Rapaz larga nosso governador do MA e procura trabalhar…. é muito fácil não fazer nada e querer acha um culpado pela sua incompetência.

    • Louco é voce, defensor de Comunista e com certeza deve ser um Petralha, na visão de vocês quanto mais atraso melhor, um Governador safado desse que ficar lutando para retroceder o Maranhão ainda encontra idiotas defensores.

    • Louco é esse governador maldito que não deixa a base ser ativada porque abusa da política de quanto pior, melhor. O Estado do Maranhão está quebrado. Só temos dinheiro para pagar os funcionários públicos até Janeiro, caso o empréstimo não dê certo

  2. Está provado que Bolsonaro quer ajudar o Maranhão. Se esquerda dificultar o CLA, o Bolsonaro já aponta para o Amapá, o que vai beneficiar aquele estado e outros, como o Maranhão.

  3. Só muito dinheiro para defender um comunista antipatruota deste. Caímos feito patos no discurso de progresso e quando chegou lá foi pra isso implantar a miséria no MA.
    Há um Deus no eu, seu ateu. Vc não crer nele não quer dizer que ele não exista.

  4. Louco é voce, defensor de Comunista e com certeza deve ser um Petralha, na visão de vocês quanto mais atraso melhor, um Governador safado desse que ficar lutando para retroceder o Maranhão ainda encontra alienados defensores.

  5. Meu presidente se o governador não quer deixe pra la, o povo local irá saber quem é que quer o bem deles e o desenvolvimento do estado.

  6. O governador do MA é mesmo um Dinossauro. Essa ideologia esquerdista dele é um atraso. O acordo com os EUA é benéfico ao MA e ao Brasil também. Dino está afundando com as contas do Estado. Dino está QUEBRANDO o Estado.

  7. O que a lavagem cerebral comunista é capaz de fazer…esse DINO SAURO maranhense , cujo estado é um dos mais miseraveis do Brasil ( dados estatisticos da semana passada) , por pura ideologia, vai fazer o Maranhao perder essa grande oportunidade. Existe algo mais atrasado , ultrapassado e burro do que alguém se declarar comunista e ter como gurus assassinos psicopatas como Stalin, Mao, Fidel, Pol Por, Lin Jong…tão ou mais assassinos que Hitler.

    • Jumentinho, aprenda o que é concessão, diferentemente do porto chinês que o safado do Flávio Dino está permitindo a construção, mesmo tendo o porto do Itaqui bem ao lado. Tomando na força o terreno e a vida das pessoas da comunidade do Cajueiro.

    • Jumentinho, aprenda o que é concessão, diferentemente do porto chinês que o safado do Flávio Dino está permitindo a construção, mesmo tendo o porto do Itaqui bem ao lado. Tomando na força o terreno e a vida das pessoas da comunidade do Cajueiro.

    • Jumentinho, aprenda o que é concessão, diferentemente do porto chinês que o safado do Flávio Dino está permitindo a construção, mesmo tendo o porto do Itaqui bem ao lado. Tomando na força o terreno e a vida das pessoas da comunidade do Cajueiro.

  8. Quem está defendendo a base americana no Maranhão, não leu o projeto. A mão de obra qualificada não será brasileira. Nem os nossos militares poderão passar por lá.
    Parabéns ao governador Flávio Dino, que está propondo a discussão desse tema com a sociedade.

  9. 1° ponto: Tudo que este imbecil do Flávio Dino puder fazer para atrapalhar o governo federal, ele vai fazer, mesmo que o maior prejudicado seja o povo maranhense, como é o faço nem questão;
    2° Ponto: Ele não estará disputando reeleição, então o que ele fizer não trará consequências políticas para seu projeto futuro;
    Somente estes dois pontos justificam todas as ações de retaliação deste, que é, sem dúvida, o pior dos governadores.

  10. O argumento de proximidade ao Equador é uma meia-verdade, mal disseminada como uma “excepcional vantagem”! Explico: existem muitos pontos com essa característica (Kourou é um destes), mas, essa vantagem só é válida para os lançamentos em órbitas equatoriais. Não é vantagem válida para lançamentos em órbitas polares ou de grande e médias inclinações, o que representa a grande maioria dos lançamentos dos satélites de observação da Terra e navegação. Alcântara foi escolhida por permitir lançamentos polares e equatoriais e, principalmente, por ser equidistante de Kourou e Natal, que poderiam ser usados como estações de rastreio e telemedidas, nesses lançamentos. O Amapá está muito próximo a Kourou, teriam que arranjar outra estação de rastreio, em órbitas polares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui