Jair Bolsonaro vai à abertura da Copa América no Morumbi e é aplaudido pelos torcedores

0
372

AQUILES EMIR

Num dia marcado por protestos organizados por partidos de oposição, contra a reforma da Previdência e os contingenciamentos de verbas nas universidades federais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), mais uma vez, passou no teste de popularidade em um estádio de futebol. Na noite desta sexta-feira (14), ele foi ao Morumbi, em São Paulo (SP), para abertura da Copa América, e foi saudado com entusiasmo pelos torcedores que lotaram as arquibancadas para assistirem à vitória de 3 a 0 do Brasil sobre a Bolívia.

Vale recordar que este é o quarto evento esportivo de caráter internacional realizado no Brasil com a presença do chefe do Executivo na festa de abertura, e, diferente dos três anteriores, o presidente não foi vaiado. Em 2007, mesmo vindo de uma reeleição, o então presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) sequer conseguiu discursar na abertura dos Jogos Pan Americanos, no Rio de Janeiro. Para constrangimento dos representantes das entidades organizadoras do evento, Lula foi recebido com uma sonora vaia.

Sorte pior teve a ex-presidente Dilma Rousseff, também do PT, na abertura da Copa do Mundo de 2014, pois não bastaram as vaias, já que sobraram também palavras ofensivas, chulas, e ela teve seu discurso prejudicado.

Em 2016, na abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o presidente Michel Temer (MDB) tentou evitar o constrangimento, mas não foi poupado, embora tenha falado de surpresa e quando platéia iniciou os apupos, ela já havia concluído a frase “declaro abertos os Jogos Olímpicos Rio 2016”. Temer sequer acenou para a plateia.

Bolsonaro acena para a multidão no Morumbi antes da bola rolar

Na quarta-feira (12) da semana passada, Bolsonaro, depois do descarrego de notícias negativas contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, Bolsonaro o levou ao Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF) para assistirem ao jogo do Flamengo contra o CSA, pelo Campeonato Brasileiro. Ambos foram recebido com aplausos.

Nesta sexta-feira, o presidente repetiu o teste, e novamente foi aprovado. Nem parecia que as ruas haviam se levantado parcialmente contra ele horas antes. Segundo Bolsonaro, desde Emílio Garrastazu Médici, nos anos 1970, um presidente não era bem recebido num estádio de futebol.

No Twitter, ele postou um vídeo com as cenas e uma discreta mensagem:

Brasil – Antes do evento, o presidente divulgou um vídeo na conta do Twitter do Planalto parabenizando a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) por ter escolhido o Brasil como sede da Copa América 2019. No vídeo, o presidente brincou dizendo que “não poderia dizer que vença o melhor, mas que vença o Brasil”. Há 30 anos que Brasil não sediava a competição.

Bolsonaro acompanhou a abertura da Copa América na da tribuna de honra do estádio do Morumbi e também entre Brasil e Bolívia. Segundo a assessoria do presidente, Bolsonaro deixou a tribuna e desceu para a beira do gramado. Ele foi saudado e tirou foto com torcedores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui