Cleones Cunha assume cadeira no Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão

0
84

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Cleones Cunha, é o novo membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), onde passa a ocupar a Cadeira nº 25, que tem como patrono Celso Tertuliano da Cunha Magalhães. A posse ocorreu, sexta-feira (24), em solenidade no auditório da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA).

“O sentimento é de gratidão ao ocupar uma Cadeira nesse Instituto, tendo como patrono um grande defensor da Justiça no Maranhão”, afirmou Cleones Cunha, autor das obras bibliográficas “O Poder Judiciário do Maranhão – Subsídios para a História do Recrutamento de Juízes e da Organização Judiciária”; “Efeitos Civis do Casamento Religioso no Brasil”; “Relações Igreja-Estado”, entre outras de grande relevância – segundo o IHGM – para o registro histórico do Estado do Maranhão.

Em seu discurso de posse, o desembargador destacou não ser poeta, douto sou sábio, mas “gosto de estudar, fascinam-me os grandes temas da Humanidade, dentre eles a beleza espiritual dos sacrários de Roma, sua história, seus dogmas, seus mistérios, seus cânones, seu Poder Espiritual”.

Recepção – Cleones Carvalho Cunha foi eleito, por unanimidade, para sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, no dia 28 de junho de 2017, após indicação do advogado e professor universitário, João Batista Ericeira (ocupante da Cadeira nº 03), e da promotora de Justiça, Ana Luíza Almeida Ferro (ocupante da Cadeira nº 36). O Instituto possui, atualmente, 60 Cadeiras e 48 membros efetivos.

A saudação ao desembargador foi feita pela ex-aluna do magistrado e promotora de Justiça, Ana Luíza Almeida Ferro, considerada a madrinha do novo membro do IHGM. Em um pronunciamento detalhado, a promotora falou sobre a vida do magistrado, trazendo registros de sua infância, adolescência e seus feitos no campo profissional. Cleones Cunha agradeceu e expressou sua gratidão e carinho pela ex-aluna.

“Cleones Cunha é um homem que honra qualquer profissão que ele exerce. É brilhante em todas as suas faces: como escritor, como magistrado respeitado, como ex-seminarista, que não esqueceu a sua fé. Para o nosso Instituto é um privilégio tê-lo no quadro de membros, sendo um digno sucessor ocupante da cadeira de Celso Magalhães. São dois amantes da Justiça, dois guerreiros que estão sempre nas lutas em prol da afirmação da nossa Justiça”, declarou Ana Luíza Ferro.

Para o presidente do IHGM, Euges Lima, é uma honra para os membros do instituto ter Cleones Cunha como confrade. “Seja bem-vindo e tenha a certeza de que nós quem somos honrados em tê-lo como confrade nesta casa. Cleones Cunha honra o Instituto, a memória e a história do patrono que é um personagem tão icônico e importante para a história do Maranhão”.

A procuradora de Justiça aposentada Elimar Figueiredo de Almeida, que é integrante do IHGM, fez questão de ressaltar a importância da posse do magistrado para o Instituto. “Ele vem enriquecer o IHGM. A sua trajetória na vida pública desde bem cedo tem sido brilhante e marcada por uma posição efetiva como magistrado, íntegro, culto, um cidadão exemplar. Qualquer instituição se enriquece com sua presença”, enfatizou ela, que acompanhar a trajetória de Cleones Cunha desde sua primeira função pública, quando recém-formado, exerceu o cargo de chefe de Gabinete do Presidente do TJMA, à época o desembargador José Antônio de Almeida Silva, esposo da procuradora de Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui