Codevasf instalará 35 pontes em municípios nos estados do Maranhão e de Goiás

0
146
A Codevasf dará início à instalação de 35 pontes mistas de aço e concreto em municípios do Maranhão e de Goiás. As novas pontes substituirão pontes de madeira e facilitarão o escoamento da produção local e a circulação de pessoas e mercadorias. No Maranhão serão empregados R$ 10,5 milhões na instalação de 29 pontes. Em Goiás, serão aplicados R$ 2,3 milhões, em seis pontes.
A instalação das novas pontes busca dinamizar a economia regional com estrutura de produção e escoamento, otimizar o uso de potencialidades do território e promover melhoria de qualidade de vida — as pontes aperfeiçoam a estrutura logística e facilitam o acesso a pontos de comercialização.
“Com a melhoria das condições de tráfego para escoamento da produção, os produtores atuam no mercado de maneira mais sólida e competitiva. Há aumento da capacidade de produção e comercialização, surgem novos postos de trabalho e oportunidades de renda, melhoram-se as condições de vida da população e evita-se o êxodo rural — esses benefícios são exemplos do interesse público e social das ações”, afirma Sérgio Costa, diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf.
De acordo com Gustavo Talge, gerente de infraestrutura da 8ª Superintendência Regional da Codevasf, no estado do Maranhão, optou‐se pelo sistema de pontes modulares mistas em razão de a superestrutura ser 65% mais leve que as convencionais de concreto.
“Isso reduz as dimensões das peças estruturais e, consequentemente, o número de estacas na fundação. Reduzida a quantidade de peças, otimiza-se o transporte e reduz-se frete, o que melhora a logística. Também reduz-se o risco de acidentes de trabalho, porque as pontes são executadas por no máximo quatro operários”, afirma Talge.
“A Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf vem desenvolvendo nos últimos anos um trabalho relevante de melhoria de malha viária e infraestrutura dos municípios. As ações incluem pavimentação e readequação de estradas vicinais, melhoramento de vias não pavimentadas para solução de gargalos no escoamento da produção e estruturação de pontos de produção e comercialização”, explica Sérgio Costa.
Os processos licitatórios para seleção das empresas responsáveis pela instalação das pontes foram concluídos e os contratos serão assinados em breve. Os recursos que serão investidos são originários de destaques orçamentários de parlamentares, descentralizados pela Secretaria de Desenvolvimento Regional e Urbano (SDRU) do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação