Com a posse de novos secretários, Flávio Dino amplia participação de advogados no governo

0
546

AQUILES EMIR

Com a posse nesta segunda-feira (25) de novos secretários e dirigentes de estatais e autarquias, o governador Flávio Dino (PCdoB) ampliou a participação de advogados na sua equipe, pois dos 12 empossados, metade é oriunda de faculdades de Direito. Com esses ingressos, eles passam a ser 21 em postos de primeiro e segundo escalões, ocupando cargos mais diversos, que vão de procurador a secretário de Agricultura, passando por Comunicação, Turismo, Cultura etc.

O assunto é objeto de ampla reportagem da revista Maranhão Hoje de fevereiro, mas quando chegou às bancas já estava desatualizada, pois a edição foi concluída faltando a  definição de alguns nomes e a maioria deles é advogado, como é o caso das pastas de Agricultura e Turismo

A reportagem da MH destaca que a profissão do Direito exige conhecimento em praticamente todas as áreas, “mas há muito não se via tantos advogados exercendo funções tão distintas quanto no Governo do Estado, cujo governador é também um advogado e professor de Direito Constitucional”.

Na pasta de Comunicação e Articulação Política, com a ida do jornalista Márcio Jerry (PCdoB) para a Câmara Federal, entrou Rodrigo Lago, que era responsável pela Secretaria de Transparência, e, para Cidades, tirou da Câmara Federal o deputado Rubens Júnior (PCdoB).

Flávio Dino com o advogado Carlos Lula, que cuidados assuntos da Saúde

Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Maranhão, da qual se tornou professor de Direito Constitucional, Flávio Dino deu os primeiros passos como advogado defendendo sindicatos e logo depois tornou-se juiz federal. É compreensível, portanto, seu bom trânsito na área do Direito, mas impressiona a dificuldade de encontrar em outros segmentos profissionais capacitados para exercer secretarias.

Especialistas – A reportagem mostra que até mesmo em áreas onde havia profissionais da área Flávio Dino trocou os ocupantes por advogados. Na Saúde, por exemplo, começou o governo em 2015 com um médico, Marcos Pacheco, mas não demorou a tirá-lo e colocar em seu lugar o advogado Carlos Lula; na Educação, começou com a pedagoga Áurea Prazeres, de Caxias, porém menos de um ano no cargo foi sucedida por Felipe Camarão, que era encarregado da Administração.

Flávio Dino com os advogados Felipe Camarão (E) e Diego Galdino, que cuidam dos assuntos da Educação e da Cultura, respectivamente

Em 2015, para a pasta da Cultura, a escolhida foi a jornalista Ester Marques, doutora em Comunicação Social, que perdeu a função para Diego Galdino, estudante de Direito que passou a ocupar também as funções do Turismo, antes confiada à turismóloga Delma de Andrade, ex-funcionário da Embratur. Na Agência de Mobilidade Urbana (MOB), o engenheiro e arquiteto Arthur Cabral perdeu o posto para um advogado, Lawrence Preira.

Após sair da Saúde, Pacheco foi contemplado com o cargo fora da esfera da Saúde, como titular da Secretaria Extraordinária de Articulação de Políticas Públicas (SEEPP). Precavido, ele ingressou na Faculdade de Direito da Universidade Ceuma.

Apesar da forte influência da Advocacia no seu governo, Flávio Dino faz questão de deixar claro que até consulta, mas não aceita pressão de grupos, ou seja, todos os auxiliares são escolhas pessoais. “Como já disse reiteradamente, estamos fazendo poucas mudanças na equipe, com muita tranquilidade e colhendo varias sugestões. Mas as decisões são de minha responsabilidade, exclusivamente. Quando decido mesmo, eu comunico aqui nesse espaço, como faço há vários anos”, disse ele numa postagem em sua página no Facebook.

Saiba quem são os advogados empossados nesta segunda-feira (25) por Flávio Dino:

Saiba onde estão na equipe de Flávio Dino os advogados empossados nesta segunda-feira

  • Secretaria da Casa Civil (CC) – Marcelo Tavares, deputado estadual. Já exerceu o cargo no primeiro mandato.
  • Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) – Rubens Pereira Júnior, deputado federal.
    Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) – Fabiana Vilar Rodrigues, advogada.
    Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) – Rodrigo Lago, ex-secretário de Transparência e Controle.
    Secretaria de Turismo (Setur) – Antônio José Bittencourt de Albuquerque Júnior, ex-secretário de Governo da prefeitura de Caxias
    Empresa Maranhense de Recursos Humanos e Negócios Públicos (EMARHP) – Mayco Murilo Pinheiro, servidor de carreira do Tribunal de Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui