“Convite” de Flávio Dino seria saída honrosa de Luis Fernando Silva da Prefeitura de Ribamar

2
455

AQUILES EMIR

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (DEM), teria encontrado no “convite” do governador Flávio Dino (PCdoB) para compor sua equipe uma saída honrosa do cargo para o qual foi eleito em 2016. Esta é a terceira renúncia do gestor em nove anos, e nesta sexta-feira (15) passa a ocupar o cargo de secretário extraordinário de Programas Estratégicos.

Segundo uma fonte ouvida por Maranhão Hoje, Luis Fernando não vinha se sentindo confortável no cargo de gestor do terceiro mais populoso município do Maranhão, porque não estava conseguindo apresentar a mesma dinâmica administrativa dos mandatos anteriores, quando governou sem apoio do Palácio dos Leões.

Luis Fernando foi eleito pela primeira vez em 2004, quando o governador do estado era José Reinaldo Tavares, que havia rompido com o Grupo Sarney, ao qual Luis Fernando pertencia. Graças à boa gestão, mesmo trabalhando sozinho, sem apoio do governo estadual, que conseguiu imprimir uma boa gestão, por isto foi reeleito facilmente em 2008, quando o governador já era Jackson Lago, outro adversários, porém dois anos depois renunciou para coordenar a campanha de Roseana Sarney, que disputava seu quarto mandato.

Com a posse de Roseana em 2011, foi efetivado na chefia da Casa Civil, de onde mais tarde foi deslocado para a Secretaria de Infraestrutura, quando começou a trabalhar para ser o sucessor da governadora num embate que seria com Flávio Dino, porém, em 2014, faltando um mês para a convenção do seu então partido, o MDB, renunciou à candidatura, num gesto nunca explicado, e assim facilitou a eleição do adversário.

Em 2016, contando com apoio do Governo do Estado, disputou o terceiro mandato e venceu sem dificuldades, praticamente por WO, já que o principal adversário, Dr. Julinho, teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. Ao contrário do que se previa, no entanto, Luis Fernando não conseguiu repetir o mesmo ritmo de trabalho, mesmo sendo agora um aliado do Palácio dos Leões.

Luis Fernando também tocava violão para Roseana Sarney

Diante da falta de recursos, sem convênios com o Estado para realizar grandes obras, sem aliados no Congresso para lhe encaminhar emendas parlamentares e sofrendo um dos maiores desgastes populares, teria decidido renunciar, contudo não pretendia sair de forma vexatória, como alguém que simplesmente jogou a toalha diante de sua impotência.

Num acordo com o governador, foi criada a saída honrosa, o “convite” para fazer parte do secretariado do Estado, o que fez aumentar ainda mais as dúvidas sobre o que realmente há por trás dessa negociação, já que estaria trocando uma das prefeituras mais importantes do Maranhão por uma secretaria extraordinária, ou seja, sem orçamento.

Como nunca houve um pronunciamento oficial do prefeito sobre esta renúncia, muitos ainda duvidavam que viesse se concretizar, mas nesta terça-feira (12), o governador Flávio Dino tratou de confirmar. Pelo twitter, ele comemorou a aquisição do novo auxiliar:

“Na sexta-feira, 10h, vamos receber Luís Fernando, atual prefeito de Ribamar, na nossa equipe. Trata-se de quadro político e técnico de grande experiência, que assumirá a Secretaria de Estado de Programas Estratégicos. Na mesma data, retornará à nossa equipe o atual deputado federal Simplicio Araújo, na condição de Secretário de Indústria e Comércio. Com isso, Gastao Vieira vai se somar à nossa bancada federal em Brasília”, revelou o governador.

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui