Cruzeiro ameaça, mas não passa de um empate com o Universidad de Chile

0
344

O Cruzeiro entrou em campo, nesta quinta-feira (19), mais uma vez pela Copa Conmebol Libertadores e empatou em 0 a 0 com a Universidad de Chile, no Estádio Nacional, em Santiago. Com o resultado, o time passa a ocupar o terceiro lugar da chave, três pontos atrás do time chileno.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quinta-feira, no estádio Mineirão, na abertura do returno do grupo.

Os primeiros 20 minutos foram bastante concentrados no meio de campo. O Cruzeiro, modificado em relação às partidas anteriores, com Lucas Silva, Mancuello e Rafinha nos lugares de Ariel Cabral, Robinho e Rafael Sóbis, teve suas melhores justamente com o camisa 16 em chutes de média distância. Um deles acertou o travessão adversário, no lance mais perigoso do primeiro tempo.

Na etapa complementar, os anfitriões levaram perigo em uma bola cabeceada por Soteldo, interceptada por grande defesa de Fábio.

Na segunda metade do segundo tempo, as principais chances foram cinco estrelas. De Arrascaeta, em grande arrancada pela esquerda, também acertou a trave.

Thiago Neves levou perigo em duas finalizações e Sassá criou ótima chance nos minutos finais, interceptada pela defesa adversária.

Aposta – Com dois pontos em três jogos, a Raposa agora disputará dois dos três próximos jogos no estádio Mineirão. E é na força do Gigante da Pampulha que o comandante celeste aposta para garantir a classificação.

“Agora, vamos ter o mesmo adversário na nossa casa. Quinta-feira precisamos lotar o Mineirão, a Toca 3, e sermos um Cruzeiro forte como estamos sendo em casa, em jogos decisivos, para construirmos essa vitória que é vital nesse momento na competição”, projetou.

 

UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 0 CRUZEIRO
Motivo: 3ª rodada do Grupo 5 da Copa Conmebol Libertadores
Data: 19/04/2018, quinta-feira
Local: Estádio Nacional do Chile, em Santiago
Público: 45.084
Árbitro: Victor Carrillo – PER (FIFA)
Universidad de Chile: Herrera; Vilches, Echeverría e Contreras (Guerra); Rodríguez (Schultz), Reyes, Pizarro e Monzón; Araos, Soteldo e Pinilla. Técnico: Guillermo Hoyos
Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Ariel Cabral) e Mancuello (Robinho); Rafinha, Thiago Neves e De Arrascaeta (Sassá). Técnico: Mano Menezes
Cartões amarelos: Lucas Silva e Dedé (Cruzeiro); Vilches e Reyes (Universidad de Chile)

(Com dados e imagens do Cruzeiro)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui