Custo da cesta básica em São Luís recuou 0,40% em dezembro

0
575

O custo da Cesta Básica em São Luís, no mês de dezembro, recuou 0,40% em relação novembro e totalizou R$ 353,40, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese). Foi o quinto menor valor entre as 18 capitais pesquisadas, mas em 2018 os preços dos gêneros alimentícios aumentaram, em média, 5,77%.

Entre novembro e dezembro de 2018, seis produtos tiveram redução: farinha de mandioca (-3,52%), leite integral (-3,44%), manteiga (-1,37%), banana (-1,08%), arroz agulhinha (-0,94%) e feijão carioquinha (-0,56%). Quatro produtos apresentaram alta: açúcar refinado (2,30%), óleo de soja (1,32%), tomate (0,57%) e carne bovina de primeira (0,29%). O pão francês e o café em pó não apresentaram variação.

Em 2018, seis produtos tiveram alta acumulada: tomate (58,68%), leite integral (17,66%), arroz agulhinha (10,59%), óleo de soja (4,63%), pão francês (4,60%) e açúcar refinado (1,91%). Os outros seis itens apresentaram redução: farinha de mandioca (-24,31%), feijão carioquinha (-13,47%), café em pó (-8,09%), manteiga (-5,69%), banana (-5,67%) e carne bovina de primeira (-0,53%).

Custo e variação da cesta básica em 18 capitais  em dezembro de 2018

Capital Variação 

Anual (%)

Variação 

Mensal (%)

Valor da Cesta 

(R$)

Porcentagem do Salário Mínimo Líquido Tempo de 

Trabalho

 

Campo Grande 15,46 0,49 422,88 48,18 97h31m
Brasília 14,76 1,16 435,83 49,66 100h31m
Belo Horizonte 13,03 1,69 408,71 46,57 94h15m
Curitiba 11,76 0,63 419,05 47,75 96h38m
Rio de Janeiro 11,47 1,41 466,75 53,18 107h38m
São Paulo 11,09 0,01 471,44 53,71 108h43m
Florianópolis 9,37 0,65 457,82 52,16 105h35m
Porto Alegre 8,90 0,35 464,72 52,95 107h10m
Salvador 8,58 4,13 343,82 39,17 79h17m
Fortaleza 8,13 -3,48 397,34 45,27 91h38m
Goiânia 7,81 5,65 388,86 44,31 89h40m
Belém 7,19 2,71 382,31 43,56 88h10m
São Luís 5,77 -0,40 353,40 40,27 81h30m
Aracaju 5,51 2,57 358,75 40,87 82h44m
Vitória 4,83 -1,17 403,79 46,01 93h07m
João Pessoa 4,76 1,71 345,21 39,33 79h37m
Natal 3,09 2,77 341,40 38,90 78h44m
Recife 2,53 2,12 340,57 38,80 78h32m
         

 

Aquisição – O trabalhador ludovicense cuja remuneração equivale ao salário mínimo precisou cumprir jornada de trabalho, em dezembro, de 81 horas e 30 minutos, menor do que a de novembro, de 81 horas e 50 minutos. Em dezembro de 2017, a jornada era de 78 horas e 27 minutos.

Em dezembro de 2018, o custo da cesta em São Luís comprometeu 40,27% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). Em novembro, o percentual exigido era de 40,43% e, em dezembro de 2017, de 38,76%.

O valor médio da cesta básica da capital maranhense em 2018 foi de R$ 345,91, o que correspondeu a uma redução de -1,91% em relação a 2017 (R$ 352,63).

(Fonte DIEESE)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui