Meninas de Bacabal morrem quando faziam turismo na Cordilheira dos Andes no Chile

0
732

Duas crianças  do Maranhão, residentes na cidade de Bacabal, morreram nesta segunda-feira (03), no Chile, após um deslizamento de pedras durante uma passeio turístico na região de Cajón del Maipo, na Cordilheira dos Andes, nas proximidades de Santiago, capital do país. Khálida Trabussi Lisboa, de 03 anos, e Isadora Bringel, de 07, estavam acompanhadas dos pais no reservatório de El Yeso.

Khálida teve morte instantânea, enquanto Isadora ainda chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Uma terceira menina, irmã de Khálida, escapou da tragédia, por pouco não foi atingida pelas rochas e foi salva por  outros turistas que participavam do passeio.

Isadora Bringel, de 7 anos, morreu durante passeio turistico no Chile Foto: Reprodução
Isadora Bringel, de 7 anos, morreu durante passeio turistico no Chile Foto: Reprodução
As duas famílias, segundo informação de jornais locais, estavam em um ônibus com 20 turistas na estrada El Volcán, quando o veículo foi atingido pelas pedras.

Segundo o jornal “La Nación”, os turistas estavam em um lugar proibido. Investigação vai apurar as responsabilidades do guia de turimo. O ministério das Relações Exteriores, por meio do Consulado do Brasil em Santiago, acompanha o caso e presta o apoio consular cabível.

O Colégio Reis Magos, onde Khálida e Isadora estudavam, divulgou uma nota de pesar pela morte das meninas. A instituição diz que a direção e os professores estão “extremamente abalados pela tragédia” e se solidariza com os familiares.

(Com informações de O Globo)

Nota do colégio em que as crianças estudavam Foto: Reprodução
Nota do colégio em que as crianças estudavam Foto: Reprodução

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui