Edilson Baldez autoriza construção de unidade do Sesi em Imperatriz

0
710

O presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, assinou nesta quinta-feira (09) ordem de serviço para o início da construção do Sesi-Unidade de Qualidade de Vida do Trabalhador, em Imperatriz.

A solenidade contou com a presença do presidente da Federação da Indústria do Tocantins (Fieto), Roberto Pires, que representou o presidente da Confederação Nacional da Industria (CNI), Robson de Andrade; do diretor de Operações do Sesi Nacional, Marcos Tadeu; do 1º vice-presidente da Fiema, Francisco Sales Alencar; do prefeito Assis Ramos e outras autoridades, empresários e políticos de toda região tocantina.

Edilson Baldez destacou os investimentos na região. “Assinamos a ordem de serviço para o início de construção das futuras instalações do Sesi Imperatriz. Será um prédio moderno e funcional, onde será instalado a Unidade de Qualidade de Vida do Trabalhador do SESI. Este projeto sela o compromisso assumido com os industriais da região tocantina e promoverá maior sinergia do Sesi com o seu vasto público, gerando maior competitividade a toda a cadeia industrial da região”, destacou.

Com 4.620 metros quadrados, o novo prédio contará com seis pavimentos que incluem 54 ambientes, abrigando salas administrativas, de treinamento, serviços médicos e odontológicos, academia de ginástica, sala de reunião, de danças, entre outras.

O investimento estimado em cerca de 11 milhões pretende melhorar a estrutura de atendimentos das demandas da indústria de toda região, além de garantir o crescimento da indústria maranhense.  O prédio abrigará ainda os sindicatos patronais e a administração regional da Federação. A previsão de entrega é para dezembro de 2018.

Para o prefeito de Imperatriz, a obra é mais um passo para o crescimento do município e a oportunidade de levar qualidade de vida aos trabalhadores e também educação aos jovens. “Essa não é uma obra do município, mas é tão importante quanto fosse, pois representa uma melhoria não somente social, mas também na economia do município. Não tenho dúvidas que trará grandes resultados para a cidade e somaremos força para avançarmos com o plano diretor que trará grande avanço para o desenvolvimento da região”.

O presidente da Fieto aproveitou para destacar a importância da obra. “Essa iniciativa representa enorme contribuição ao desenvolvimento do Sul do Estado. A área de qualidade de vida que estará presente neste prédio tem um grande desafio com os custos dos afastamentos na indústria equivalem a 4% do PIB, gerando impactos severos na produtividade e competitividade do setor”.

 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui