Em evento de agricultores familiares, Flávio Dino critica Temer pela extinção do MDA

0
319

Ao participar da abertura do 8º Congresso dos Trabalhadores Rurais e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão, nesta quarta-feira (1º), na Federação dos Trabalhadores Rurais do Estado do Maranhão (Fetaema), no Araçagy, em São Luís, criticou o presidente Michel Temer por ter extinto o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e ter concentrado suas atribuições no Ministério da Agricultura.

Em seu discurso, o governador falou sobre a conjuntura nacional do país no que tange a área da agricultura familiar com a mudança de governo e disse reconhecer o papel determinante dos trabalhadores rurais maranhenses que sempre estiveram do lado certo da história. “Os sindicatos rurais do Maranhão sempre apontaram para a classe trabalhadora o caminho correto”, ressaltou.

Ele destacou ainda que está reestruturando o sistema de agricultura familiar, ao contrário do que “incorretamente” está sendo feito no Governo Federal, “Nós recriamos a Secretaria de Agricultura Familiar e quero agradecer a Fetaema, porque foi proposta da entidade”, reiterou, enfatizando que é impossível melhorar os indicadores socioeconômicos sem a participação decisiva da produção familiar.

O governador explicou que, em pouco mais de um ano, o Governo está mobilizando recursos de operação de crédito que ultrapassam R$ 200 milhões em vários programas, como, por exemplo, o ‘Segunda Água’, que vai construir duas mil cisternas em todo o Maranhão; o projeto Água Doce; investimentos próprios em 10 cadeias produtivas; além de parcerias internacionais como a firmada com o FIDA.

“Temos um conjunto de políticas públicas de ações concretas em apoio a esses produtores, para que aqueles que hoje produzem alimentos para nós todos, possam ter todo o incentivo, indo desde o financiamento, o apoio a comercialização, as condições para ter acesso a tecnologia, para aumentar a produtividade, o acesso à terra, o acesso à regularização fundiária. Nós temos feito isso desde o começo do Governo”, reiterou o governador.

O presidente da Fetaema, Francisco de Jesus Silva, destacou que a participação do governador no evento foi uma honra para os participantes. “Durante os 42 anos de vida da Fetaema, esse grupo que mandou no estado nunca nos recebeu. E agora o governador já nos recebeu duas vezes. E as secretarias do atual Governo são nossas casas, onde a gente discute as políticas públicas junto com os secretários”, frisou.

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (Contag), Alberto Broch, explicou que a extinção do MDA é um retrocesso para as conquistas da agricultura familiar, e a Fetaema e o Governo do Maranhão são exemplos de que é preciso melhorar e fortalecer as políticas voltadas para a produção familiar. “Governador, gostaria de dizer que você não é querido só no Maranhão, mas por todos nós no Brasil todo. Acompanhamos com orgulho sua luta em favor da democracia. Reconhecemos e torcemos pelo seu Governo”, garantiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui