Embrapa capacita técnicos no Senador sobre o manejo do arroz

0
169

Técnicos e instrutores que atuam no desenvolvimento da cadeia produtiva do arroz, ligados ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), órgão vinculado ao Sistema Federação da Agricultura (Faema), acabam de ser treinados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) com vistas a melhorar a prestação dos serviços de campo em apoio à essa atividade produtiva.

O evento reuniu técnicos de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar voltados a entender mais, sobre o sistema de produção do arroz.  O curso contou com participação   de técnicos instrutores da Embrapa e da Universidade Estadual do Maranhão.

O analista da Embrapa Cocais Carlos Martins Santiago fez os repasses técnicos sobre o  “Manejo da cultura do arroz: desafios, tendências e soluções para a obtenção de altas produtividades no Maranhão” e “Transferência de tecnologia e extensão rural: oportunidades para promoção do desenvolvimento regional”.

Incentivo – O superintendente do Senar, Luiz Figueiredo juntamente com a Chefe da Embrapa Cocais abriram o evento que ocorreu durante todo o dia na sede da entidade, no Turu.

Em sua apresentação Figueiredo incentivou os participantes: “Acredito em toda a equipe que está presente aqui, pois são vocês que fazem a diferença no campo, principalmente na cadeia produtiva do arroz. Precisamos fazer o diferencial”, disse ele.

Para o supervisor de campo do Senar, Rozalino Aguiar, esse tipo de parceria feita com a Embrapa, garante a disseminação de tecnologias e informações e técnicas testadas e comprovadas.

“O treinamento dos técnicos de campo garante o repasse dessas informações com qualidade e responsabilidade para que cheguem as informações corretas ao homem do campo”, disse Aguiar.

A Chefe da Embrapa Cocais, Maria de Lurdes Mendonça Santos, disse que após esse treinamento o Senar fará chegar mais diretamente essas técnicas ao produtor rural. “A Embrapa tem muitas tecnologias, conhecimentos, inovações, mas que precisam ser levados até o produtor para a melhoria da renda e da produtividade. O Senar é o elo importante para que essas tecnologias cheguem de forma adequada até o produtor”, frisou ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui