Embrapa realiza encontros na região tocantina sobre o Balde Cheio

0
366

Quarta (10) e quinta-feira (11), produtores, técnicos e representantes de instituições envolvidos no Programa Balde Cheio da Embrapa no Maranhão participam do Encontro Regional de Técnicos do Programa Balde Cheio, que será realizado no Parque de Exposição Lourenço Vieira da Silva, onde se realiza a Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp), em Imperatriz, e em um dia de campo, na Chácara Santa Maria, em Cidelândia.

O Balde Cheio é uma metodologia de transferência de tecnologias para capacitar profissionais da assistência técnica, extensão rural e produtores de leite em técnicas, práticas e processos agrícolas, zootécnicos, gerenciais e ambientais, visando fomentar a atividade de pecuária de leite e melhorar a qualidade de vida no campo.

Para o pesquisador da Embrapa Cocais Joaquim Costa, o resultado é o intercâmbio de informações e conhecimento entre todos os envolvidos (pesquisadores, extensionistas e produtores) de acordo com a realidade de cada propriedade e de sua região, bem como o monitoramento dos impactos ambientais, econômicos e sociais nos sistemas de produção, propiciando impactos, não só no aumento na produção e produtividade, mas também na rentabilidade da atividade.

“Para tal, usa-se pequena propriedade produtora de leite, usualmente de base familiar, participante do projeto como ‘sala de aula prática’, para que a comunidade conheça como funciona a metodologia”, complementa.

Programação – Nos encontros, haverá palestra do idealizador do projeto, Artur Chinelato, pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste sobre “Programa Balde Cheio: 21 anos”; do instrutor responsável pelo desenvolvimento do programa no Maranhão, João Rosseto Júnior, sobre “Viabilidade da irrigação de pastagem”; e de representante do Sebrae sobre “Balde Cheio: a experiência do Maranhão”. Também serão abordos os temas Gerenciamento, tecnologia e inovação na pecuária leiteira, Registro de agroindústria familiar e Instrução Normativa 76 e 77/2018 para a adequação nas propriedades rurais e agroindústrias familiares, Qualidade do leite: responsabilidade de todos, por representantes da Faema/Senar, AGED, Senai e Laticínios Bethe.

No Maranhão, o projeto teve início em 2008, em uma parceria entre a Embrapa Pecuária e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Desde então, mais de 2 mil produtores de leite foram beneficiados no Maranhão. Atualmente, cerca de 50 propriedades participam do projeto em 16 municípios da região tocantina, mais os municípios de Presidente Dutra e Bacabal.

O Balde Cheio tornou-se projeto institucional em rede da Embrapa, abrangendo 16 unidades da empresa, incluindo a Embrapa Cocais. Desse projeto, participam instituições de assistência técnica e extensão rural (ATER), entidades públicas e privadas e pecuaristas, que formam uma rede dinâmica de trabalho, com base na troca de informações e de conhecimentos científicos e práticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui