Escola de Cinema do Maranhão inicia curso de direção de fotografia segunda-feira

0
326

Tem início na próxima segunda-feira (09) o curso de direção de fotografia. Este é o primeiro curso ofertado, neste semestre, pela Escola de Cinema do Maranhão, Unidade Vocacional do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). O Governo do Estado ofertou quatro cursos: o técnico de cinema e os de direção de fotografia, atuação para cinema e som para cinema, sendo que os três últimos são Cursos de Formação Inicial Continuada (FICs).
Com essa iniciativa inédita, o Governo visa atender à demanda reprimida que existe no audiovisual maranhense e garantir formação profissional para jovens e adultos, tendo em vista sua inserção produtiva na perspectiva de qualificar as produções cinematográficas. Centenas de pessoas se inscreveram para um total de 95 vagas. Nos cursos FICs foram disponibilizadas 55 vagas e no curso técnico de cinema 40. A maior procura foi pelo o curso técnico, 169 inscritos.
A previsão da Escola de Cinema é de que os cursos FICs de atuação para cinema sejam iniciados em julho e o curso som para cinema, no mês de setembro, a duração é de três meses. O curso técnico de cinema deve começar em agosto, com duração de um ano.
A criação da Escola de Cinema é resultado de um trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) desde o ano passado. Entre novembro de 2015 e janeiro de 2016, o Iema promoveu o curso FIC – Cinema e, em apenas 48 horas, 515 pessoas se inscreveram para as 26 vagas. O curso foi uma espécie de embrião muito bem-sucedido da Escola de Cinema do Maranhão, inaugurada em março deste ano.
O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada destacou que, desta forma, a secretaria pretende qualificar essa demanda para alcançar os princípios e as diretrizes estratégicas do instituto, que é democratizar o acesso à educação profissional e tecnológica, uma prioridade do governo Flávio Dino.
Para o coordenador técnico dos cursos e presidente da Associação dos Produtores e Cineastas do Maranhão (Aprocima), Marcos Ponts, os cursos vão ajudar muito na formação dos maranhenses nesta área. “As pessoas querem muito participar porque o audiovisual, além de uma manifestação cultural, é uma indústria que gera muitas oportunidades de emprego e renda”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui