Conab estima que Maranhão terá queda na produção de grãos

0
319

O 9º Levantamento da Safra de Grãos 2018/2019, divulgado nesta terça-feira (11) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), indica que a produção maranhense será de 5,290 milhões de toneladas, um recuo de 5,3% na comparação com a colheita de 2017/2018, que foi de 5,585 milhões. No Brasil, para este período, pode chegar a 238,9 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 4,9% ou 11,2 milhões de t, se comparado à safra de 2017/18.

De acordo com o levantamento da Conab, houve uma redução de 13,2% na área plantada, que foi 1,818 milhão de hectares na safra anterior e na deste ano ficou em 1,578 milhão, mas, em contrapartida, houve aumento da produtividade, de 3.071 para 3.352 quilos por hectare.

Desempenho das principais culturas em toneladas:

  • Algodão em caroço – 122,2 mil (+40,0%) 
  • Arroz – 151,2 mil (-52,9%)
  • Feijão – 22,4 mil (-61,5%)
  • Milho – 2,101,3 milhões (+11,5%)
  • Soja – 2,916,8 milhões (+1,9%)

Brasil – A área plantada nacional deve ficar em 62,9 milhões de hectares e apresentou um crescimento de 1,9%, em relação à safra anterior. Os maiores aumentos de área identificados são de soja, 672,8 mil hectares, milho segunda safra, 795,3 mil hectares e algodão, 425 mil hectares.

A produção do milho primeira safra está estimada em 26,3 milhões de t. O destaque é para a Região Sul do país, que representa mais de 45% desse total. Houve uma redução de 2% na área cultivada para esta cultura, especialmente em Minas Gerais, Maranhão e no Piauí. Já o milho segunda safra teve um aumento de 31,1% na produção, impulsionado principalmente pelos incrementos esperados em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná. A área cultivada também alcançou um acréscimo de 6,9%, em comparação 2017/18.

A soja deve alcançar uma produção de 114,8 milhões de t, 3,7% a menos do que a safra 2017/18. Deste total, 78% estão nas Regiões Centro-Oeste e Sul. Houve um crescimento de 1,9% na área de plantio.

A produção de arroz está prevista em 10,5 milhões de t, 12,9% menor que a safra passada, principalmente em razão das reduções ocorridas nos estados produtores de destaque: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Tocantins.

Finalmente, para o feijão primeira safra houve uma diminuição de 13,2% na área e 22,8% na produção estimada em comparação a 2017/18. O destaque foi para as variações de área no Piauí e no Paraná. O feijão segunda safra teve 1,47 mil hectares cultivados, com destaque para Ceará, Mato Grosso e Paraná, como as maiores áreas plantadas neste período. O plantio do feijão terceira safra ainda está em andamento, com estimativa de área semeada de 591 mil hectares.

COMPARATIVO DE ÁREA, PRODUTIVIDADE E PRODUÇÃO DE GRÃOS
SAFRAS 2017/18 E 2018/19
UF
  • ÁREA
  • (Em mil ha)
  • PRODUTIVIDADE
  • (Em kg/ha)
  • PRODUÇÃO
  • (Em mil t)
Safra 17/18 Safra 18/19 VAR. % Safra 17/18 Safra 18/19 VAR. % Safra 17/18 Safra 18/19 VAR. %
(a) (b) (b/a) (c) (d) (d/c) (e) (f) (f/e)
NORTE 3.010,5 3.020,7 0,3 3.178 3.234 1,8 9.568,6 9.769,2 2,1
RR 67,3 71,4 6,1 3.941 4.146 5,2 265,2 296,0 11,6
RO 563,7 581,4 3,1 3.518 3.592 2,1 1.983,2 2.088,2 5,3
AC 44,1 43,6 (1,1) 2.116 2.057 (2,8) 93,3 89,7 (3,9)
AM 14,3 17,9 25,2 2.119 2.162 2,0 30,3 38,7 27,7
AP 24,7 23,8 (3,6) 2.538 2.534 (0,2) 62,7 60,3 (3,8)
PA 893,5 837,7 (6,2) 2.856 2.917 2,1 2.551,9 2.443,5 (4,2)
TO 1.402,9 1.444,9 3,0 3.266 3.289 0,7 4.582,0 4.752,8 3,7
NORDESTE 8.334,9 8.164,0 (2,1) 2.488 2.372 (4,7) 20.737,7 19.363,5 (6,6)
MA 1.818,6 1.578,6 (13,2) 3.071 3.352 9,1 5.585,6 5.290,9 (5,3)
PI 1.534,2 1.492,8 (2,7) 2.779 2.938 5,7 4.263,4 4.385,7 2,9
CE 946,6 996,7 5,3 570 517 (9,3) 539,4 515,5 (4,4)
RN 88,7 99,7 12,4 488 733 50,2 43,3 73,1 68,8
PB 220,6 217,2 (1,5) 614 632 3,0 135,4 137,3 1,4
PE 461,8 447,1 (3,2) 476 499 4,9 220,0 223,2 1,5
AL 67,2 67,2 1.286 1.243 (3,4) 86,4 83,5 (3,4)
SE 153,4 158,2 3,1 946 3.982 321,0 145,1 630,0 334,2
BA 3.043,8 3.106,5 2,1 3.193 2.583 (19,1) 9.719,1 8.024,3 (17,4)
CENTRO-OESTE 25.356,6 26.588,6 4,9 3.950 4.109 4,0 100.160,5 109.258,9 9,1
MT 15.343,0 16.070,2 4,7 4.022 4.130 2,7 61.713,8 66.366,2 7,5
MS 4.545,7 4.860,8 6,9 3.608 3.938 9,1 16.400,2 19.139,5 16,7
GO 5.306,6 5.495,6 3,6 4.006 4.169 4,1 21.256,6 22.908,9 7,8
DF 161,3 162,0 0,4 4.897 5.212 6,4 789,9 844,3 6,9
SUDESTE 5.563,9 5.618,1 1,0 4.074 3.990 (2,1) 22.667,3 22.414,4 (1,1)
MG 3.347,2 3.403,7 1,7 4.235 4.049 (4,4) 14.174,9 13.780,4 (2,8)
ES 28,2 27,0 (4,3) 1.926 1.748 (9,2) 54,3 47,2 (13,1)
RJ 2,5 3,3 32,0 1.840 2.333 26,8 4,6 7,7 67,4
SP 2.186,0 2.184,1 (0,1) 3.858 3.928 1,8 8.433,5 8.579,1 1,7
SUL 19.456,0 19.522,2 0,3 3.831 4.000 4,4 74.545,5 78.094,2 4,8
PR 9.564,8 9.615,7 0,5 3.658 3.777 3,2 34.991,9 36.317,4 3,8
SC 1.273,5 1.262,6 (0,9) 4.936 5.229 5,9 6.285,7 6.602,5 5,0
RS 8.617,7 8.643,9 0,3 3.860 4.069 5,4 33.267,9 35.174,3 5,7

(Com informações da Conab)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui