Federação das Indústrias realiza Encontro IEL de Estágio, Carreiras e Gestão

0
339

A Federação das Indústrias (Fiema) realizou na última quarta (17), o Encontro IEL de Estágio, Carreiras e Gestão, coordenador pelo Instituto Euvaldo Lodi. Com o tema central “Da Formação à Liderança”, o encontro teve como objetivo criar um ambiente para reflexão e discussão de como aplicar novas tecnologias e modernizar as empresas, novos modelos de negócios, com informações e troca de experiências e conhecimento.

“O IEL vem desenvolvendo suas ações no âmbito de estágio e carreiras e da capacitação empresarial, com programas de educação executiva, fazendo com que tenhamos profissionais mais proativos e empreendedores. O encontro é uma forma de apresentar as expectativas e tendências para a o mercado de trabalho”, enfatizou o superintendente regional do órgão, Marco Moura..

“A neuromotivação busca entender como funciona o cérebro, o que ele grava, o que motiva a aprender, trabalhar o inconsciente e o emocional do ser humano”, explicou o palestrante Daniel Godri Jr, mestrando em Neuromarketing e autor de 12 livros que desmistificou a máxima de que o ser humana usa apenas uma pequena porcentagem do cérebro. Segundo ele, usamos 100% do cérebro, pois se usássemos apenas uma parte ele morreria.

Falando de habilidades e competências e o uso das tecnologias para o mercado de trabalho, o professor João Batista Bottentuit Júnior citou o  escritor e futurista norte-americano Alvin Toffler, conhecido pelos seus escritos sobre a revolução digital, a revolução das comunicações e a singularidade tecnológica, para quem os analfabetos do século 21 não serão aqueles que não sabem ler e escrever, mas aqueles que não sabem aprender, desaprender e reaprender.

Inovação – O encontro apresentou também desafios e oportunidades atreladas à Quarta Revolução Industrial, denominada como Indústria 4.0, a partir da oferta de soluções em Educação, Tecnologia e Inovação, onde as empresas devem estar preparadas para atender as necessidades do mercado por produtos mais inteligentes e customizados, que possibilitem o monitoramento em tempo real, linhas de produção flexíveis e integradas, paralelamente a profissionais familiarizados com as tendências e tecnologias, para que possam desenvolver as suas atividades de forma alinhada às novas demandas de mercado.

Falando de inovação, o consultor Anderson Miranda, tratou de disrupção e estratégias, apresentando cases de sucesso internacionais como Uber, Airbnb, Netflix, Amazon e de empresas maranhenses que fizeram esse movimento. “A disrupção é o fenômeno pelo qual uma inovação transforma um setor ou um mercado. São as empresas que chegam “nervosas” no mercado e fazem a diferença com pequenas ações que agregam valor”, destacou Miranda.

Prêmio – Ainda como parte da programação, o Instituto fez a entrega do Prêmio IEL de Estágio 2018 -Edição Estadual, que identifica e divulga as melhores práticas de estágio desenvolvidas no Brasil.

A iniciativa visa reconhecer e incentivar a qualidade dos programas de estágio que facilitem a relação entre estudantes, instituições de ensino e o mundo do trabalho.

Foram premiados a estudante Emilly Pereira Martins, estagiária da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), vencedora na Categoria Estagiário Destaque; o diretor presidente da Gasmar, Artur Cabral, que recebeu, pelo órgão, o prêmio na Categoria Empresa Destaque; a diretora do Centro de Ensino Médio e Profissionalizante do Maranhão (Cemp-MA), Jenilce Pavão Almeida, ganhadora do prêmio na Categoria Instituição de Ensino Profissional – Nível Técnico; e Maria do Perpétuo Socorro de Sousa Santos, coordenadora de Estágio da Faculdade Pitágoras, que recebeu o prêmio na Categoria Instituição de Ensino Superior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui