Fernando Diniz elogia desempenho de jogadores do Fluminense após virada sobre o Grêmio

0
659
Fernando Diniz foi eleito o melhor treinado do Campeonato Carioca

Após a vitória de virada por 5 a 4 sobre o Grêmio, neste domingo (05), o técnico Fernando Diniz fez questão de exaltar o comprometimento e a luta dos jogadores do Fluminense, principalmente quando a equipe perdia por três a zero. Para o treinador o time ter acreditado que poderia buscar o resultado foi fundamental para que os ajustes fossem feitos e a equipe pudesse subir de desempenho ao logo do jogo.

“Quando  o Grêmio fez os dois primeiros gols, em erros que nós não podíamos ter cometido, eles ainda não tinham chegado. Foram as duas primeiras chances. Nosso time sentiu, nosso esquema ficou desorganizado e sofremos o terceiro gol, mas insistimos no jogo, seguindo o padrão que a gente treina e conseguimos diminuir o placar”, analisou.

Segundo Diniz, foram feitos ajustes no intervalo a fim de que pudesse haver um melhor comportamento no segundo tempo. “Fizemos ajustes no intervalo trazendo o Yony e o Luciano por dentro para podermos fazer uma pressão mais bem feita, com os encaixes mais precisos e isso deu resultado. Tivemos um domínio grande até conseguir a virada. Sofremos o empate em uma bola parada, e tivemos a felicidade de fazer o quinto gol. Mostramos ser uma equipe persistente, que sabe lutar, que acredita nas ideias. É assim que estamos amadurecendo a equipe”, acrescentou.

Confira outros trechos da entrevista:

  • Importância da primeira vitória – “Soubemos sofrer. Eram três jogos sem vencer. Lembrando do jogo do Goiás, que a arbitragem nos tirou a vitória e poderíamos ter seis pontos hoje.Todo mundo sabe como foi difícil chegar ao estágio que chegamos. Foi muito trabalho e vamos trabalhar ainda mais”.
  • Alternâncias no jogo – “O futebol é um jogo com muitas alternativas. Até o primeiro gol do Grêmio, o jogo era igual. Mais tem muito do aleatório. Com o placar em dois a zero para o Grêmio, o jogo já estava muito para eles. Ficou ainda mais no três a zero. Estávamos desorganizados, mas tivemos muita coragem e persistência para jogar. No segundo tempo a gente tomou conta até a virada, depois o Grêmio teve mais posse. O Grêmio é o melhor time do Brasil nos últimos anos, o trabalho do Renato é o melhor. O que fica para o futebol, é que temos que melhorar esse debate sobre o resultado ser determinante para tudo, se o trabalho é bom ou é ruim. O Fluminense poderia ter sido derrotado hoje e as perguntas seriam outras. O trabalho estaria sendo questionado. A comunidade do futebol tem que saber avaliar melhor o trabalho, não só olhando o resultado. O resultado hoje se alterou varias vezes. O jogo poderia ter sido 5 a 4 para o Grêmio e isso não mudaria o que foi o jogo ou o que é o meu trabalho e o do Renato”.
  • Mudança no intervalo – “A gente estava jogando com uma linha de quatro atrás, outra de cinco e o Luciano na frente. Mudamos isso para duas linhas de quatro com o Yony centralizado com o Luciano e com isso conseguimos uma pressão mais organizada. A entrada do Daniel foi boa, ele vem treinando bem, mereceu entrar e fez uma boa partida”.
  • Substituto de Everaldo – “Vou pensar ainda. O Guilherme é uma possibilidade um jogador que conheço bem, acostumado a fazer aquela recomposição, por isso foi a escolha para hoje. Estava muito tempo sem jogar, mas deu a contribuição. Temos a semana inteira para preparar para o clássico”.

(Do Fluminense)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui