Festival “Elas” promove cultura e poder feminino até sábado no Convento das Mercês

0
557

Aberto nesta quinta-feira (20) prossegue até sábado (22), sempre a partir das 20h, no Convento das Mercês, em São Luís, o evento Elas do projeto Essa é Minha Cultura, que reúne shows, performances, mesas de debates, feira criativa e gastronômica e produção audiovisual. Ícones do poder feminino no mercado musical nacional, as cantoras Karina Buhr e Karol Conka participam do evento e dividem o palco com as atrações locais, com mulheres que fazem a cena cultural no Maranhão em diversos gêneros: Rosa Reis, Nathália Ferro, Rosa Ewerton, grupo Afrôs, Luciana Simões, Célia Sampaio, Núbia, Camila Reis, Tieta Macau, Dicy Rocha, Áurea Maranhão, Circo tá na Rua e Ornitorrincos do Sertão Turu, entre outras.

O projeto, realizado por Mavi Simão (que produz também os consolidados eventos Maranhão na Tela e Cinerama), tem patrocínio da Vivo via Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A cantora e produtora Luciana Simões (Festival BR135) faz a coordenação musical e a organização das mesas de debates foi feita pelo produtor André Lobão. A identidade visual do evento, assinada pela designer Amanda Simões, foi feita a partir de xilogravura de Tita Rego, maranhense radicada na Alemanha.

Karol Conka faz show de abertura nesta quarta-feira

Do formato original do Essa é Minha Cultura foi mantida a produção audiovisual da série de minidocumentários. Todas as participantes do evento serão personagens da série e terão sua fala registrada em vídeos curtos nos quais apresentam sua arte e ao final deixam no ar a pergunta: Esse é o meu poder. Qual é o seu? “Poder é, antes de qualquer outra coisa, acreditar que você pode. E esse é o foco da edição Elas, colocar mulheres poderosas juntas para contagiar outras mulheres a também acreditarem que podem. Acredite no seu poder! Esse é o nosso lema”, afirma Mavi Simão. “Não se trata de um evento feminista, mas de uma janela privilegiada para mostrar o poder do feminino em diversas áreas da cultura”, diz a realizadora.

O evento vai ocupar diversos espaços do Convento das Mercês. Os shows serão realizados sempre a partir das 20h, em palco montado no pátio: Karol Conka na noite de abertura, dia 20, e Karina Buhr no encerramento, dia 22. As atividades recreativas, atendimentos de saúde e beleza, a biblioteca móvel e as mesas de debates ocuparão o período da tarde, nos dias 21 e 22. Já as feiras ocuparão o entorno durante todo o festival.

O tema Cultura e Mercado será a pauta do primeiro dia de debates, com mesas reunindo gestoras de cultura no meio corporativo e gestoras de projetos culturais independentes. No segundo dia a pauta será Cultura e Resistência, que reunirá mulheres que estão à frente de projetos que atravessam o tempo e resistem, como Laborarte, Boi da Floresta e Casa de Fanti Ashanti, além de debater sobre o protagonismo de mulheres artistas. As mesas de debates ocuparão o período da tarde, com rodadas às 15h e às 17h nos dias 21 e 22, no auditório.

Karina Buhr fará show de encerramento, sábado, dia 22

Memória – A primeira edição do Essa é Minha Cultura foi realizada em 2008 como projeto especial dentro do Maranhão na Tela, festival de cinema produzido por Mavi Simão há cerca de 10 anos. Era uma série de minidocumentários com personagens da cultura maranhense. Em 2009 o projeto continuou anexo ao festival e foram realizados 20 minidocs ao todo, todos exibidos no Canal Futura. Dona Teté, mestres Abel e Felipe, entre outros, foram registrados.

Uma nova edição do Essa é Minha Cultura foi aprovada pela Lei de Incentivo em 2013, mas só em 2016, – desta vez na versão ELAS, com o formato de 10 minidocumentários, 10 shows e um ciclo de debates – é que o projeto foi viabilizado. Ao longo desse tempo, o evento foi ampliado para outras linguagens e gêneros e ganhou status de festival, graças ao investimento em parcerias. “A história desse projeto parte do audiovisual e se integra a outros gêneros, mas sempre com o objetivo de termos um produto que permanece após o evento, que é o registro dessa memória”, afirma a realizadora. 

SERVIÇO:

Essa é minha cultura/edição Elas  

  • O quê: Shows, performances, mesas de debates, produção audiovisual, feiras criativas e gastronômicas
  • Quando: 20 a 22 de julho de 2017
  • Onde: Convento das Mercês (Centro histórico)
  • Entrada gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui