Flávio Dino chama adversários de “demônios” e quer disputar com “princesa da oligarquia”

1
3274

AQUILES EMIR

Indignado pela veiculação de uma reportagem, neste domingo (22), no programa Fantástico, da Rede Globo, sobre a suposta ordem de dentro da Polícia Militar para fichar e monitorar adversários políticos do governo que “podem criar embaraços no pleito eleitoral”, o governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para atacar a família Sarney, proprietária da filiada da Globo no Maranhão.

Na reportagem, assinada por Alex Barbosa, foram ouvidos os deputados Sousa Neto (PRP) e Eduardo Braide (PMN), ambos da oposição, e o secretário de Segurança Publica, Jefferson Portela. O oficial que seria o autor das ordens não quis se pronunciar e a defesa do governador foi feita com reprodução de imagens de suas postagens sobre o caso no Twitter.

Num dos trechos mais violentos do seu desabafo, Flávio Dino chama seus adversários de “demônios” e diz que gostaria de disputar a eleição deste ano, quando tentará a reeleição, com a “princesa da oligarquia”, numa referência à ex-governadora Roseana Sarney. “Terei o maior prazer de debater todos os temas na TV do Sarney, já que eles só me entrevistam no período eleitoral”.

Flávio Dino, mais uma vez, disse que a operação da polícia é “uma armação ridícula”, e garante que jamais ordenou ou concorda com esse tipo de monitoramento dos adversários. “Estamos dizendo e provando isso há mais de 3 dias”, disse ele, embora a polícia tenha pedido um prazo de 20 dias para apresentar a versão oficial deste caso.

O governador também reclamou porque a emissora não faz cobertura dos seus eventos, tampouco das ações do seu governo, e queixou-se até porque as manifestações de carnaval em que ele aparecia não foram mostradas em rede nacional. “Essa tal TV do Sarney não faz reportagem sobre um único programa governamental”, reclamou.

Eis a íntegra da nota:

Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de “jornalismo” e “democracia”. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei.

Estamos dizendo e provando isso há mais de 3 dias. Que eu jamais ordenei, concordei ou autorizei a assinatura do tal papel. Que isso é mais uma armação ridícula. Mas do que adianta ? Os pequenos interesses coronelistas e delírios fascistas insistem nesse “jornalismo”.

TV do Sarney todas as semanas produz material distorcido sobre o Maranhão e tenta veicular na Globo. Isso desde 2015. Acham que isso vai devolver o poder a eles? Ou é só maldade mesmo?

Essa tal TV do Sarney não faz reportagem sobre um único programa governamental. Nada. Até eventos como carnaval tentam esconder. Só maldade e perseguição todos os dias, o dia inteiro. E chamam isso de “jornalismo”.

Mas não me abato com nada. Tenho muita fé em Deus e por isso não tenho medo desses demônios. E tenho muita confiança no trabalho sério e honrado que fazemos e divulgamos nas redes sociais. Já que a TV do Sarney esconde.

Espero que a princesa da oligarquia dispute a eleição para o governo. Terei o maior prazer de debater todos os temas na TV do Sarney, já que eles só me entrevistam no período eleitoral, quando são obrigados por lei.

1 COMENTÁRIO

  1. Que recalque contra o grupo Sarney. Afinal toda a oposição está contra o governador e ele só enxerga o grupo Sarney. Vamos Roseana, está na hora de dar uma taca nesse comunista. Afinal não vai ser a primeira vez que ele vai perder uma eleição para você

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui