Fluminense vence Botafogo e se distancia da zona de rebaixamento do Brasileirão

0
42

O Fluminense se distanciou mais ainda da zona de rebaixamento. Há duas rodadas sem perder, o tricolor foi novamente venceu o Botafogo por 1 a 0, neste domingo (06), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). A vitória coloca o Fluminense na 15ª posição, com 25 pontos, cinco longe do Z-4. O Botafogo aparece um pouco à frente, em 12º, com 27.

O placar foi aberto aos 34 minutos. Gilberto cruzou com perfeição, Yony González se antecipou à defesa e marcou. A equipe do técnico Barroca ainda poderia ter empatado aos 42, mas Luiz Fernando chutou para fora, quase na marca do pênalti.

O segundo tempo foi bastante movimentado. Aos 15, o Flu quase fez o segundo com Yony González, que parou em defesa de Gatito, mas foi Wellington Silva quem perdeu a grande chance de ampliar. Aos 36, o atacante recebeu lançamento em profundidade, ganhou na velocidade e chutou tirando tinta da trave. Com o passar do tempo, o tricolor começou a controlar mais as ações e confirmou o resultado. Foi o sétimo triunfo do Flu no Brasileirão, e a 12ª derrota do Bota.

Confira outros resultados deste domingo:

  • O Goiás segue 100% e sem levar gols no segundo turno do Brasileirão. Neste domingo (06), visitou o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza, viu o rival desperdiçar um pênalti no segundo tempo e venceu por 1 a 0. O jovem Michael, na etapa inicial, fez o gol do embate válido pela 23ª rodada da Série A. O resultado faz o Goiás subir para a 10ª colocação, com 33 pontos. Já o Vozão aparece em 16º, com 23.
  • O CSA vem conseguindo se recuperar no Brasileirão. Na noite deste domingo (06), venceu o Avaí, no Rei Pelé, em Maceió (AL), por 3 a 1 e ficou a um ponto de deixar a zona de rebaixamento, além de complicar ainda mais a vida do time catarinense na luta contra a queda. O resultado deixa os alagoanos na 17ª posição, com 22 pontos (o Ceará, com 23, é o primeiro time fora da zona). Já a equipe catarinense permanece em 19º, com 16 somados.

(Com informações da CBF e foto de Thiago Ribeiro/AGIF)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui