Igreja recomenda fieis não darem as mãos no Pai Nosso nem se abraçarem na Paz de Cristo

0
522

AQUILES EMIR

As medidas preventivas ao coronavírus estão levando a Igreja Católica a adotar uma série de medidas que visem a evitar a proliferação do vírus, que é facilitada pelo contato pessoal. Dentre as medidas que vêm sendo adotadas durante a celebração de missas as mais importantes são as de não colocar hóstia na boca de quem comunga, não dar as mãos durante o Pai Nosso e não haver abraços no momento da “Paz de Cristo”.

Estes são os momentos mais importantes para os católicos durante a celebração do culto, pois são os que mais explicitam a fé em Deus e obediência aos ensinamentos de Jesus cristo.

As medidas da Igreja para evitar contaminação dos fieis segue o exemplo de quatro décadas atrás, quando nos anos 1970, durante uma ameaça de meningite, passou a adotar a comunhão com colocação da hóstia nas mãos.

Resultado de imagem para comunhao

Esta semana, arquidioceses de vários estados emitiram nota com orientações a sacerdotes e fiéis. Segundo a do Rio de Janeiro, a Igreja Católica “quer contribuir, de modo concreto e eficaz, com as medidas preventivas”.

Seguem algumas orientações nos rituais da Santa Missa:

1-      A boa higienização das mãos dos celebrantes da Missa e dos MESC.

2-      A Comunhão Eucarística, durante um período transitório, seja preferencialmente recebida nas mãos, conforme está prescrito pela lei.

3-      A oração do Pai Nosso seja feita com profundo sentimento fraterno e sem o contato manual com as pessoas ao lado.

4-      O abraço da paz ou o cumprimento manual seja substituído por uma leve inclinação de cabeça e por desejos expressos de paz aos irmãos próximos nos bancos.

5-      Sugerimos que as paróquias tornem acessíveis aos seus fiéis alguns recipientes com álcool gel, para a higiene das mãos.

“A compreensão e a vivência dessas orientações pastorais, por um tempo transitório, sejam um reflexo do espírito de unidade e de obediência na fé, sinais tão distintivos da nossa Igreja Católica” completa o comunicado.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui