Japão oferece ajuda financeira ao Brasil para receber venezuelanos

0
335

O Japão decidiu oferecer ao Brasil US$ 3,8 milhões de dólares de auxílio em apoio a refugiados e imigrantes da Venezuela. Até fevereiro, cerca de 3,4 milhões de pessoas saíram da Venezuela para países vizinhos, devido a problemas políticos e econômicos.

As regiões que receberam essas pessoas tiveram queda na qualidade de vida devido ao rápido influxo. O Brasil recebeu  96 mil refugiados.

A ajuda financeira deverá ser destinada a serviços médicos de emergência e medidas de proteção de crianças contra abuso e exploração.

Antes, o Japão já havia oferecido mais de US$ 1,8 milhão em equipamentos médicos e doações a órgãos internacionais de apoio a venezuelanos que deixam o país.

Capacitação – A esperança de conseguir uma vaga como aprendiz ou um estágio no Brasil levou 14 jovens estudantes refugiados a se reunir em Brasília em um curso preparatório para inserção no mercado de trabalho. Conduzida pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), a turma era formada por jovens com idade entre 14 e 24 anos vindos de oito países: Venezuela, Haiti, República Democrática do Congo, Togo, Gana, Síria e Angola.

Jovens refugiados do Haiti, Venezuela, Angola e Gana, residentes em Brasília, recebem certificado de oficinas que visam inserir jovens  no mundo de trabalho, por meio dos programas de estágio e programa aprendiz do CIEE

Chamado de Oficinas de Criatividade, o curso, encerrado nesta sexta-feira (7), ofereceu atividades voltadas para a preparação e inserção de jovens refugiados e migrantes no mercado de trabalho a partir de vagas de estágio e aprendiz. Os jovens recebem informações desde produção de currículo a técnicas de comportamento em ambiente de trabalho.

A capacitação conta com apoio não remunerado do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH) e da Agência da ONU para Refugiados (Acnur). Esta foi a segunda turma do curso, que já capacitou 30 jovens na capital federal. De acordo com o CIEE, o curso foi ampliado para ser aplicado em mais duas capitais – Manaus e Boa Vista – e deve chegar a São Paulo no próximo semestre.

(Agência Brasil e NHK, agência pública de notícias do Japão)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui