Senador João Alberto é cotado para disputar Prefeitura de Bacabal

0
1865
João Alberto diz que todos governadores trabalharam por São Luís e basta comparar o que cada um fez

AQUILES EMIR

O senador João Alberto poderá ser a opção do MDB para a eleição suplementar de Bacabal, que deverá ser realizada, provavelmente, até o final de julho, já que a determinação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, é para que o pleito se dê até trinta dias após publicação da decisão no Diário Oficial. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Ricardo Duailibe, considera como melhor data o dia 07 de outubro, data da eleição em primeiro turno, a fim de evitar gastos extras.

A eleição de Bacabal foi anulada porque o prefeito José Vieira estava enquadrado na Lei da Ficha Limpa, mas mesmo assim registrou sua chapa, disputou e venceu a eleição, foi diplomado, empossado e somente um ano e meio da posse foi afastado, apesar de várias decisões contra sua eleição em várias instâncias do judiciário.

Embora não haja nenhum pronunciamento oficial do senador, as especulações ganharam corpo após o deputado Roberto Costa, que foi o derrotado na disputa de 2016, não ter demonstrado certeza de que possa disputar novamente o cargo.

Segundo uma fonte do MDB ouvida por Maranhão Hoje, a candidatura de João Alberto atende três prioridades do partido:

  • Dar um cargo ao senador, já que seu mandato expira em fevereiro do próximo ano e está praticamente fora da chapa majoritária a ser encabeçada pela ex-governadora Roseana Sarney.
  • Deixar o deputado Roberto Costa focado na sua reeleição, o que poderia ser arriscado, caso sofresse uma segunda derrota no município.
  • Garantir apoio para Roseana Sarney na disputa para o Governo do Estado em toda a região do Mearim, principalmente nos municípios mais ligados a Bacabal.

Vale destacar que, recentemente, o senador João Alberto manifestou desejo de encerrar sua carreira política em Bacabal, onde começou, embora seus planos fosse o de assumir um cargo de vereador.

Caso seja lançado e vença a disputa, esta será a segunda vez que o senador assumirá a Prefeitura de Bacabal. Ele foi eleito em 1988, quando era vice-governador. Ficou dois anos no cargo e renunciou para assumir o Governo do Estado com a desincompatibilização de Epitácio Cafeteira, numa das mais polêmicas manobras políticas, já que teria perdido o primeiro cargo ao ser diplomado e empossado prefeito.

A confirmação ou não da candidatura de João Alberto pode sair ainda na próxima semana, quando o ato de cassação do ex-prefeito José Vieira for publicada no Diário Oficial.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui