Loterias da Caixa arrecadaram mais de R$ 18,8 bilhões em 2017

0
312

A Caixa Econômica Federal, por meio de suas loterias, registrou em 2017 a arrecadação de R$ 13,88 bilhões em apostas, o que representa um crescimento nominal de 8,14% em relação ao apurado em 2016.

Dado o cenário macroeconômico de retomada gradual do crescimento da economia, o volume de apostas superou as expectativas do banco. Dentre as modalidades, a Mega-Sena continua como produto mais vendido, sendo responsável por 42% da arrecadação, seguida pela Lotofacil e Quina, responsáveis por 26% e 18% de participação, respectivamente.

Mereceu destaque particular o grande sucesso da edição 2017 da Mega da Virada, que ofereceu o maior prêmio da história das loterias no Brasil e na América Latina. Os R$ 306 milhões, dividido entre 17 apostas ganhadoras, a quantidade também é recorde para o concurso especial, que ainda registrou a maior arrecadação por concurso, de mais de R$ 890 milhões. Soma-se a esse resultado a Timemania, que apresentou um desempenho 71,8% maior que no ano de 2016.

Segundo a vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Deusdina dos Reis Pereira, 2017 foi um ano particularmente marcado por oportunidades e desafios, terminando com o sucesso da Mega da Virada. “Só o concurso especial distribuiu mais de R$ 431 milhões a 178 mil apostas. No ano, as loterias ofertaram em prêmios mais de R$ 4,2 bilhões, consolidando o papel social das Loterias no Brasil, que além de serem peça fundamental na estratégia de crescimento e manutenção das políticas públicas do país, oportunizam a realização de sonhos dos apostadores, por meio dos prêmios milionários”, afirmou Deusdina.

Concursos especiais – Os concursos especiais do ano, Dupla Sena de Páscoa, Quinas de São João e Lotofácil da Independência pagaram em suas faixas principais mais de R$ 251,6 milhões, fazendo mais 30 novos milionários pelo país. Na Mega da Virada, o prêmio principal foi de mais de R$ 18 milhões para cada aposta vencedora.

Em 2017 a Caixa renovou o compromisso com a inovação. Para 2018, a modernização do portfólio, novos produtos e serviços e diversificação do atendimento farão parte da agenda das loterias, sempre com segurança, transparência, sustentabilidade e governança.

Do valor arrecadado pelas Loterias Federais, um determinado percentual é destinado a repasses sociais. Em 2017, os números foram os seguintes, por área:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui