Mais da metade dos deputados do Nordeste votaram pela reforma

0
287

AQUILES EMIR

Apontada como principal motivo para retirada dos estados e municípios da reforma da Previdência Social, porque todos os seus governadores são de oposição ao governo federal e não vinham se empenhando para canalizar votos que garantissem a aprovação do projeto, a região Nordeste deu mais da metade dos seus votos para aprovação do projeto em primeiro turno, nesta quarta-feira (10). Dos 149 deputados federais dos nove estados, 96, ou seja, 65,5%, votaram a favor e apenas 53 (35,5%) contra.

O estado onde houve maior resistência ao projeto foi o Ceará, governado por Camilo Santos (PT), pois dos 22 deputados metade votou contra. O governador garantiu todos os votos do seu partido e do aliado PDT, liderado pelos ex-governadores Cid e Ciro Gomes, este candidato a presidente em 2018.

Depois do Ceará, o estado que teve o segundo melhor equilíbrio foi Pernmabuco. Dos 25 deputado, 11 votaram contra. Já o Piauí, que o governador pelo petista Wellington Dias, deu apenas dois votos contra a reforma, e o Maranhão, onde o governador Flávio Dino (PCdoB) é o maior crítico da reforma, apenas quatro dos 18 votaram contra, isto porque houve a adesão de última hora do deputado Eduardo Braide (PMN).

Saiba como foi a votação nos estados:

ESTADO DEPUTADOS SIM NÃO
Maranhão 18 14 04
Piauí 10 08 02
Ceará 22 11 11
Rio Grande do Norte 07 05 02
Paraíba 12 08 04
Pernambuco 25 14 11
Alagoas 09 06 03
Sergipe 08 05 03
Bahia 38 25 13

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui