Mais de 300 maranhenses entram na Vale pelo programa de estágio e Jovem Aprendiz

0
551

No primeiro trimestre deste ano, 320 jovens maranhenses ingressaram na Vale por meio dos programas de estágio e Jovem Aprendiz. Neste último, a empresa está oferecendo cursos técnicos nas áreas de Eletrônica, Eletrotécnica, Logística, Segurança do Trabalho, Edificações, Eletromecânica e Soldagem, realizados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) com distribuição de bolsa-auxílio e benefícios.

Os estagiários contratados neste período são universitários e alunos de cursos técnicos e foram selecionados para preencher vagas em áreas operacionais e administrativas da empresa. Além da bolsa-auxílio, os estagiários têm direito à assistência médica e seguro de vida.

Como parte do balanço do primeiro trimestre de 2019, a Vale investiu R$ 14,6 milhões em projetos sociais nos municípios vizinhos às operações da empresa, a exemplo de Tufilândia, onde foi realizada a reforma e ampliação da Escola Municipal Francisco Ferreira Silva. “Era um escola bem precária, só com duas salas de aula. A comunidade está feliz porque achava que aqui nunca ia ter uma estrutura como esta. Você não vê mais nenhuma parede riscada e a educação melhorou bastante”, conta o líder comunitário Marcos Danilo.

Por meio da Fundação Vale, a empresa realizou investimentos no primeiro trimestre do ano em geração de trabalho e renda, educação, saúde e cultura. Ao todo, foram R$ 2,3 milhões que beneficiaram, por exemplo, crianças e adolescentes da região de Arari que fazem parte do projeto Estação Conhecimento.

Na Estação são atendidos regularmente 567 alunos de 23 comunidades, que têm acesso a atividades esportivas, culturais e de educação no contraturno escolar.

Alunos da Escola Municipal Francisco Ferreira Silva, em Tufilândia, celebram a reforma e ampliação

 

O Parque Botânico Vale São Luís e o Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) são opções de lazer e cultura mantidos pela empresa na capital. No primeiro trimestre do ano, o parque recebeu mais de 13 mil visitantes e realizou eventos e oficinas que proporcionaram aprendizado e oportunidade de renda para mulheres da região Itaqui-Bacanga.

No CCVM foram realizados mais de 100 eventos abertos ao público como shows, exposições, mostras e oficinas com a participação de mais de 70 artistas. Tudo isso contou com a participação de mais de 20 mil visitantes.

Compras – As compras locais realizadas pela Vale no primeiro trimestre do ano beneficiaram 124 empresas genuinamente maranhenses, que juntas faturaram R$ 72 milhões. A contribuição econômica para o estado também se reflete no recolhimento de impostos, o que neste mesmo período do ano somou R$ 53,8 milhões em ISS e ICMS. Ao todo, o volume de compras realizadas pela empresa para suportar suas operações e projetos no estado foi de R$ 1 bilhão.

Os dados do balanço trimestral também registram a movimentação de 40 milhões de toneladas transportadas pela Estrada de Ferro Carajás (EFC). Já o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira movimentou 37,4 milhões de toneladas embarcadas no primeiro trimestre de 2019. O Trem de Passageiros da EFC transportou mais de 86 mil passageiros e as ações sociais promovidas durantes as viagens beneficiaram 539 pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui