Mais de 30 presos fogem de presídios no Acre e em Goiás

0
178
SÃO LUIS, MA - 10.01.2014: COMPLEXO DE PEDRINHAS/MA - Presos participam de culto evangélico na Casa de Detenção de Pedrinhas, onde três detentos foram decapitados em dezembro passado. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

Ao menos 26 presos fugiram da Penitenciária Francisco d´Oliveira Conde, em Rio Branco (AC), na madrugada desta segunda-feira (20). Segundo a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública, os detentos, que cumpriam pena em regime fechado, escaparam por um buraco aberto na parede de uma cela do Pavilhão L. Após acessar o pátio, o grupo usou cordas improvisadas com lençóis para escalar o muro do estabelecimento penal.

De acordo com a secretaria, o governo estadual já solicitou apoio de outras instituições, inclusive federais e de estados vizinhos, para tentar evitar que os presos deixem o estado e sejam recuperados o quanto antes. Barreiras policiais foram instaladas ou reforçadas em Rio Branco com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal e do Exército.

A Polícia Federal foi acionada para auxiliar na fiscalização em aeroportos, enquanto à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e ao Ministério Público foram solicitados apoio à investigação de eventuais responsabilidades pela fuga dos detentos.

Forças policiais estão no local, dando apoio à recontagem dos presos e reforçando a segurança no presídio. Além disso, para evitar novas fugas, a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública determinou a revista em todos os estabelecimentos penais do estado.

Goiás – Pelo menos cinco presos escaparam neste domingo (19) de dois estabelecimentos prisionais de Goiás, informou a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária do estado. As fugas ocorreram em Abadiânia, a cerca de 100 quilômetros de Goiânia, e em Caldas Novas, a 180 quilômetros da capital goiana.

Um vigilante penitenciário temporária foi detido em Caldas Novas, por suspeita de facilitar a fuga de dois detentos da unidade prisional regional da cidade.

Segundo a diretoria-geral, o servidor, cujo nome não foi divulgado, tem de 37 anos e foi filmado pelo sistema de videomonitoramento da unidade (cuja instalação foi concluída na semana passada) quando repassava aparelhos celulares, acessórios eletrônicos e drogas para um grupo de presos. De acordo com a diretoria-geral, as imagens comprovam que o vigilante não cumpriu os procedimentos de segurança necessários para impedir que os dois detentos escapassem, pouco tempo depois de receberem, do vigia, o material ilícito.

O vigilante penitenciário que realizava o último plantão antes do encerramento de seu contrato temporário de um ano, que acabaria no próximo dia 22, foi conduzido à delegacia de Polícia Civil, onde foi decretada a prisão em flagrante. As apurações também vão investigar a suspeita de que o funcionário terceirizado transferiu detentos de celas sem determinação da direção da unidade e sem avisar a ninguém, o que teria facilitado a fuga dos dois presos. Um dos dois fugitivos foi recapturado pela Polícia Civil esta manhã.

Já em Abadiânia, os três fugitivos escaparam da a uidade prisional por um buraco que abriram no banheiro da cela, diretamente para a área do presídio. Forças policiais foram imediatamente notificadas para tentar localizar os foragidos – que não foram encontrados até o momento.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação