Maranhão é pouco eficiente em Infraestrutura, Saúde, Educação e Segurança, segundo ranking divulgado pelo jornal Folha de São Paulo

0
898

AQUILES EMIR

O jornal Folha de São Paulo publicou neste domingo o Ranking de Eficiência dos Estados, com base em pesquisa do Datafolha, sobre a eficiência dos estados na oferta de serviços de Educação, Saúde, Infraestrutura e Segurança Pública com menor volume de recursos financeiros. Por esse levantamento, o Maranhão aparece, junto com outros sete estados, como pouco eficiente.

De acordo com o estudo, numa escala de 0 a 1, cinco estados, por terem  ultrapassado 0,50, são considerados “eficientes”. São eles: Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Pernambuco e Espírito Santo. Outros seis – Paraíba, Minas Gerais, Piauí, Ceará, Rio de Janeiro e Goiás – mostram “alguma eficiência”, enquanto os demais podem ser considerados “pouco eficientes” ou “ineficientes”.

No grupo dos Pouco Eficientes aparecem, além do Maranhão, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia, Mato Grosso, Rondônia e Amazonas.

Os estados que aparecem os mais bem posicionados são os que gastam menos para ter mais jovens na escola, médicos e leitos em hospitais, redes de água e esgoto, melhores rodovias e menores índices de violência. O trabalho traz ainda um amplo panorama das dificuldades dos estados, com a queda na receita e investimentos na crise econômica, e a explosão das despesas com o aumento do funcionalismo ativo e inativo.

Com cada vez menos receitas disponíveis para o básico, os estados têm à frente um desafio inédito: quase a metade dos servidores está em idade de se aposentar, colocando em xeque o atendimento à população. A reportagem completa está no site da Folha.

Conheça o ranking:

  • Ineficiente
  • Pouca eficiência
  • Alguma eficiência
  • Eficiente
Estado REE-F
  Santa Catarina 0,635
  São Paulo 0,574
  Paraná 0,533
  Pernambuco 0,517
  Espírito Santo 0,517
  Paraíba 0,498
  Minas Gerais 0,493
  Piauí 0,482
  Ceará 0,480
10º   Rio de Janeiro 0,456
11º   Goiás 0,445
12º   Rio Grande do Sul 0,427
13º   Mato Grosso do Sul 0,405
14º   Maranhão 0,386
14º   Tocantins 0,386
16º   Bahia 0,362
17º   Mato Grosso 0,353
18º   Rondônia 0,350
19º   Amazonas 0,344
20º   Alagoas 0,305
21º   Sergipe 0,302
22º   Roraima 0,267
23º   Rio Grande do Norte 0,259
24º   Acre 0,202
25º   Pará 0,187
26º   Amapá 0,097

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui