Maranhão volta a registrar saldo negativo na geração de empregos, segundo Caged de março

0
303

AQUILES EMIR

O Maranhão voltou a registrar, em março, saldo negativo na geração de empregos, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (24) pelo Ministério da Economia. De acordo com os dados, foram 830 postos de trabalho desativados no mês passado.

O setor da Agropecuária foi o que mais contribuiu para este desempenho negativo, com 446 empregos fechados. O comércio, por outro lado, teve o melhor desempenho, com 171 postos de trabalho preservados.

Segundo a estatística, no mês de março as contratações no estado somaram 10.871, porém as demissões totalizaram 11.701. Com este desempenho, o Maranhão já tem um acumulado de 3.334 empregos perdidos no ano, resultado de 34.047 contratações e 37.831 desligamentos.

Agropecuária teve o pior desempenho em março, mas tem saldo positivo no trimestre

Apesar do resultado dos três primeiros meses de março, o estado ainda tem saldo positivo de 5.484 postos de trabalhos preservados em 12 meses, período em que foram contratadas 149.865 pessoas e desligadas, 144.381.

Construção Civil, com 4.036 contratações e 6.031 demissões, tem o pior acumulado do trimestre (-1.995), enquanto a agropecuária, com 97 empregos preservados, tem o melhor saldo, já que foram contratadas no período 3.256 pessoas e demitidas, 3.159.

Confira o resultado da geração de empregos de março:

SETORES TOTAL ADMIS. TOTAL DESLIG. SALDO VARIAC. EMPR % *
EXTRATIVA MINERAL 18 16 2 0,13
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO 851 919 -68 -0,19
SERV INDUST DE UTIL PÚBLICA 65 101 -36 -0,48
CONSTRUÇÃO CIVIL 1.324 1.544 -220 -0,58
COMÉRCIO 3.640 3.469 171 0,12
SERVIÇOS 4.268 4.421 -153 -0,08
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 31 111 -80 -0,55
AGROPECUÁRIA 674 1.120 -446 -1,92
TOTAL 10.871 11.701 -830 -0,18

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui