Mercedes-Benz foi a líder em vendas de veículos comerciais no ano passado

0
193

Pelo quarto ano consecutivo, a Mercedes-Benz liderou as vendas de caminhões no Brasil. Durante 2019, foram licenciados 29.950 modelos da marca, o que significa um crescimento de 42% sobre os 21.150 de 2018. Com isso, a Mercedes-Benz atinge um marco importante e supera em 3.200 unidades o segundo colocado. Esse resultado garantiu à Empresa a liderança com quase 30% de participação no mercado, cujo volume total no País foi de 101.330 caminhões (acima de 3,5 toneladas) e aumento de 33% em comparação a 2018.

“Nos últimos anos, temos aumentado a nossa liderança porque estamos fazendo a lição de casa. Continuamos ouvindo os clientes de todos os cantos do Brasil, buscando entender cada vez mais o que eles demandam em nossos veículos e serviços”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Isso ocorreu, por exemplo, com o transporte de grãos, cana-de-açúcar, mineração, bebidas e comércio eletrônico, atividades que puxaram as vendas em 2019”.

De acordo com o executivo, a expectativa no setor é que o ano de 2020 seja ainda melhor para as vendas de caminhões. “Acreditamos que as renovações de frota acontecerão numa velocidade maior e num tempo menor, o que manterá as vendas de caminhões aquecidas no País. Além dos segmentos citados, que continuarão em alta, notamos sinais de aquecimento na construção civil, obras de infraestrutura, cargas industriais, consumo das famílias e distribuição urbana”, destaca Philipp Schiemer.

“É por isso que temos de acompanhar atentamente e entender o que está acontecendo no mercado. Como marca líder, temos de ter as soluções para as atuais e as novas demandas dos clientes”.

Actros 2651 – Com 3.700 unidades emplacadas, o Actros 2651 foi, pelo 2º ano consecutivo, o caminhão Mercedes-Benz mais vendido no País. “Esse resultado impulsiona ainda mais a chegada do Novo Actros, que será entregue aos clientes a partir de abril de 2020, oferecendo mais valor agregado em performance, economia, segurança e conforto, além de garantir mais conectividade e interatividade entre o motorista, o gestor da frota, o operador logístico e o cliente final”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

O Novo Actros é o primeiro caminhão digital do mercado brasileiro e o mais inteligente, conectado, eficiente e seguro do País. “Muito mais do que um moderno e avançado caminhão, o Novo Actros traz um novo sentido ao termo Transporte Responsável, que é o de pensar na segurança e também na economia de combustível, que, como consequência, tem impacto positivo no meio ambiente, contribuindo assim para o início de uma transformação em todo o ecossistema de transporte”, completa Schiemer.

Crescimento nas vendas – Leoncini informa também que as empresas de transporte estão olhando cada vez mais para as soluções completas que as marcas oferecem para suas necessidades e exigências. “Como resultado disso, aumentamos de forma expressiva as vendas de Planos de Manutenção e o número de ativações do sistema de gestão de frota e rastreamento Fleetboard”.

Em 2019, a Mercedes-Benz praticamente dobrou as vendas de Planos de Manutenção. Foram 10.460 contratos assinados sobre os 5.370 planos do ano anterior. No balanço do ano, destaque ainda para a participação de 38% de Planos de Manutenção sobre o total de caminhões emplacados pela marca no Brasil.

Em 2019, as ativações do Fleetboard ficaram acima de 40% sobre o total de caminhões Mercedes-Benz emplacados. Foram mais de 5.560 ativações, 5% a mais sobre as 5.300 de 2018.

A solução completa oferecida pela marca inclui ainda o atendimento aos clientes cada vez mais próximo de suas operações de transporte. Nesse sentido, além das 180 unidades da Rede de Concessionários, a Mercedes-Benz tem hoje 85 oficinas dedicadas dentro das instalações dos clientes, o que eleva para 265 os pontos de atendimento, alcançando abrangência nacional junto às principais rotas de transporte e logística, aumentando a capacidade de atendimento aos clientes onde eles necessitam, assegurando mais disponibilidade de suas frotas para o trabalho.

Vendas de ônibus – Em 2019, a Mercedes-Benz manteve sua tradicional liderança nas vendas de ônibus no Brasil. No acumulado do ano, a marca emplacou 11.150 unidades, volume 50% superior às 7.460 unidades do mesmo período de 2018. Com isso, conquistou 54% de participação de mercado no segmento acima de 8 toneladas de PBT – peso bruto total.

No segmento rodoviário, o primeiro lugar da Mercedes-Benz foi consolidado com 54% de participação de mercado, com o emplacamento de 2.020 unidades e crescimento de 12% no volume de vendas frente às 1.800 unidades do mesmo período de 2018.

Como destaque, em 2019, a Mercedes-Benz reafirmou sua forte presença nas renovações de frotas de ônibus urbanos em importantes capitais. Foram 160 modelos da marca para Curitiba, 170 unidades para Salvador e 120 para o Rio de Janeiro. Também foram emplacados cerca de 1.020 ônibus escolares da categoria ORE-2 para o Programa Caminho da Escola do FNDE – Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação.

A Mercedes-Benz continua inovando para sustentar sua liderança histórica nas vendas de ônibus no Brasil. “Além do foco em conforto e segurança para os passageiros, nosso time está totalmente dedicado a apoiar os clientes na redução do consumo de combustível e de custos operacionais, contribuindo para a eficiência e a rentabilidade de seus negócios”, conclui Leoncini.

Liderança em Large Vans – A Mercedes-Benz tem mais um motivo para comemorar. A marca garantiu o melhor resultado da história no segmento de Large Vans (3,5 a 5 toneladas). Com 11.460 unidades emplacadas, entre Vans, Furgões e Chassis com Cabina, a Empresa conquistou 35% de participação de mercado, volume 38% maior em relação ao ano anterior.

A Linha Sprinter cresceu em todos os segmentos de sua atuação. A marca encerrou o ano liderando as vendas de vans de passageiros, com 5.860 unidades emplacadas e 48% de participação, obtendo 37% de crescimento nas vendas em comparação com 2018.

No segmento de furgões, são 4.130 modelos vendidos no acumulado do ano e 34% de market share, resultando em 35% de aumento nas vendas. No caso dos chassis, foram vendidas 1.460 unidades, garantindo 17% de participação, o que representa um aumento de 50% em comparação ao ano passado.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui