Michel Temer tem a pior avaliação de um presidente em 28 anos, segundo Datafolha

0
566

Nova pesquisa Datafolha, publicada neste sábado (24), pelo jornal Folha de São Paulo, mostra que Michel Temer (PMDB) tem um dos mais baixos índices de aprovação de um presidente da República, pois apenas 7% da população consideram seu governo ótimo e bom. Ganha apenas de José Sarney (PMDB), no último ano de sua administração, em 1989, quando era aprovado por 5% da população.

No meio de uma grave crise política, que se acentuou depois da delação do empresário Joesley Batista, da JBS, Michel Temer tem sua gestão considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%. No seu pior ano, Sarney foi avaliado como ruim ou péssimo por 68% da população, enquanto 24% achavam seu governo regular.

O Datafolha diz que o levantamento foi feito entre quarta (21) e sexta-feira (23) desta semana, com 2.771 entrevistados. Não souberam responder 2%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos. A nota do presidente caiu de 3 para 2,7.

No levantamento anterior, realizado em abril, a taxa de ruim e péssimo do Governo Temer estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Consideraram o governo regular 28% dos entrevistados.

Seguem outras considerações da pesquisa do Datafolha:

  • A reprovação de Temer está em patamar comparável ao de Dilma em agosto de 2015, quando a petista atingiu 71% de ruim ou péssimo.
  • No histórico do instituto, além de Sarney, apenas Fernando Collor (PTC) obteve índices tão negativos quando Dilma e Temer ao alcançar 68% de ruim e péssimo, em setembro de 1992, ao sofrer impeachment.
  • O cenário fica mais desfavorável para o presidente Temer entre as mulheres, os jovens e os mais pobres, em comparação com a média da população.
  • Sua taxa de ruim e péssimo chega a 73% entre o eleitorado feminino, a 74% entre os eleitores de 25 a 34 anos e a 71% para aqueles cuja renda familiar mensal é de até dois salários mínimos.
  • No Nordeste, a reprovação a Temer fica acima da média, 77%, e no Sul, abaixo: 61%
  • Entre os entrevistados com ensino fundamental completo, a reprovação de Temer fica em 64% e sobe para 71% entre aqueles que concluíram o ensino médio e 70% entre os com superior completo.
  • Um grupo que lhe concede alguma trégua é a do eleitorado de renda média familiar superior a dez salários mínimos. Nessa parcela da população, seu governo é considerado bom ou ótimo por 15%, regular por 30% e ruim ou péssimo por 55%.
  • A análise por renda da avaliação de Temer coincide com a de sua agenda econômica, da qual os mais ricos são menos críticos que a média da população, em especial no que se refere à proposta de reforma da Previdência.

Saiba quais foram as piores avaliações de Ótimo e Bom dos últimos 28 anos:

  • José Sarney (1989) – 5%
  • Fernando Collor (1992) – 9%
  • Itamar Franca (1993) – 13%
  • Fernando Henrique (1996) – 30%
  • Fernando Henrique (1999) – 13%
  • Lula (2004) – 28%
  • Lula (2007) – 48%
  • Dilma Rousseff (2003) – 30%
  • Dilma Rousseff (2015) – 8%
  • Michel Temer (2017) – 7%

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui