Sergio Moro manda investigar denúncia fraudulenta contra Hélio Negão

0
257

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, mandou a Polícia Federal investigar se há a suposta inclusão fraudulenta de um homônimo do deputado Hélio Lopes Negão (PSL-RJ) em inquérito sobre crime previdenciário.

O ofício, enviado ao diretor-geral da Polícia Federal em exercício, Disney Rossese, se refere à reportagem da Folha de S.Paulo, que afirmou que o Hélio que é alvo de investigação da Superintendência do órgão no Rio é, na verdade, um homem que já morreu, e não o deputado homônimo.

“Segundo a reportagem, houve o aparente intuito de manipular o Governo Federal contra a Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Determino a imediata apuração dos fatos no âmbito administrativo e criminal, com a identificação dos responsáveis”, disse Moro no ofício.

Para a cúpula da PF, os responsáveis pelo inquérito sabem disso, fato que reforça a desconfiança da direção da corporação de que a investigação só foi aberta para desgastar Ricardo Saadi, agora ex-superintendente da unidade do Rio.

Ministério da Justiça e Segurança Pública

Gabinete do Ministro

OFÍCIO nº 1841/2019/GM Ao Diretor Geral da Polícia Federal em exercício Disney Rosse Assunto: Apuração.

Diante de notícia publicada na presente data (hthps://painel.blogfolha.uol.com.br/2019/09/09/ invesgado-no-rio-seria-homonimo-de-deputadoamigo-de-bolsonaro/), da aparente inclusão fraudulenta do nome do Deputado Federal Hélio Negão em inquérito que tramita perante a Polícia Federal do Rio de Janeiro e que teria por objeto condutas de pessoa com o mesmo apelido, isso, segundo a matéria, com o aparente intuito de manipular o Governo Federal contra a Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, determino a imediata apuração dos fatos no âmbito administravo e criminal, com a identificação dos responsáveis.

Solicito ser mando informado sobre os desdobramentos.

Cordiais Saudações,

SERGIO MORO

Ministro de Estado da Jusça e Segurança Pública

(Com informações do Conjur)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui