Morre o antropólogo Sérgio Ferretti, um dos maiores estudiosos da diversidade religiosa

0
947

Faleceu na manhã desta quarta-feira (23), o professor doutor Sérgio Figueiredo Ferretti, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ele era antropólogo, museólogo e pesquisador, sendo um dos maiores estudiosos dos cultos de origem afro no Maranhão.

O professor estava internado no Hospital São Domingos desde o dia 07, onde se submeteu a uma cirurgia. O Governo do Estado, em nota das secretarias da Cultura e da Igualdade Racial manifestou pesar pelo seu falecimento.

Sergio Ferretti era graduado em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e em História, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Era especializado em Economia do Desenvolvimento e Sociologia do Desenvolvimento pela Université Catholique de Louvain (UCL, Bélgica) e possuia mestrado em Antropologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP).

Casado com a também antropóloga Mundicarmo Ferretti, assim como ele professora da UFMa, era autor de vários livros sobre manifestações religiosas, sendo os mais importantes Querebentã de Zomadonu: Etnografia da Casa das Minas e Repensando o sincretismo. São Paulo.

O seu corpo está sendo velado na Pax Uniã da Rua Grande e o sepultamento será nesta quinta-feira (24), às 10h no Parque Saudade, no bairro do Vinhais.

Eis a nota do Governo do Estado:

O Governo do Maranhão, por meio das Secretarias de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) e da Igualdade Racial (Seir), lamenta o falecimento do Professor Doutor Sérgio Figueiredo Ferretti, ocorrida nesta quarta-feira (23).

Ferretti era antropólogo, museólogo, pesquisador e professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que muito contribuiu para o fortalecimento e salvaguarda das culturais populares e tradicionais do Maranhão.

Neste momento de dor, o Governo do Maranhão se solidariza com a esposa de Ferretti, a também antropóloga e professora da UFMA Mundicarmo Ferretti e demais familiares, amigos e admiradores.