Movimento Sem Terra ocupa rodovias para protestar contra prisão de Lula

0
726

O Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST) bloqueou diversas rodovias federais em todo o país em defesa do ex-presidente Lula, que teve sua prisão decretada nesta quinta-feira (05). “Com muita indignação ao saberem da iminente prisão do ex-presidente e companheiro Lula, milhares de trabalhadores rurais Sem Terra participam de bloqueios de BR e outras rodovias de Norte a Sul do país”, publicou a entidade em seu portal: www.mst.org.br

Com mensagens “Lula Livre!” e “Globo Golpista!” o MST também protestou pichandio muros de grandes cidades, como Salvador (BA). A própria emissora foi alvo da indignação popular, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Movimento, já são registrados bloqueios de rodovias nas diversas regiões do país. Na Paraíba, as duas principais, a BR-101 e a BR-230, principal ligação entre João Pessoa e Campina Grande; em Sergipe, a SE-270 (Rodovia Lourival Batista), na altura do povoado Taboca, em Itaporanga.

Na Bahia, desde as primeiras horas da manhã, a BR 235 está bloqueada na altura de Casa Nova. Os manifestantes utilizaram galhos e pneus para atear fogo e impedir o trânsito na rodovia.

No estado do Paraná, já são três pontos fechados pelos Sem Terra: em Quedas do Iguaçu, Laranjeiras do Sul e Porecatu.

Também no Norte, o MST fechou a BR 155, em Marabá. Na região Sudeste, o Movimento fechou a BR 101 no Espírito Santo. No Centro Oeste, já se indicam bloqueios no estado do Mato Grosso do Sul.

De acordo com o MST, com este de protesto “a população mostra sua indignação com a prisão de Lula e queima pneus também em frente ao Diário de Santa Maria, no coração do Rio Grande do Sul. O veículo de comunicação pertence ao grupo RBS, da Rede Globo, que, segundo os camponeses, é central na condução do golpe”.

(Com dados e imagens do MST)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui