No Maranhão choveu mais 100 mm e previsão do Climatempo é de mais chuva nesta terça-feira

0
2208

O volume de chuva acumulado em 12 horas nesta segunda-feira (09) em diversos municípios do Maranhão superou 100 mm, segundo estimativa do Climatempo, divulgada nesta terça (10).  O fenômenos se repetiu em diversos estados do Nordeste com mais intensidade no Maranhão, na Bahia e no Piauí, onde choveu mais de mais de 60 mm em seis horas.

Para esta terça, a metereologia alerta para riscos ce novas fortes chuvas no Pará, Tocantins, Maranhão e Piauí.

Imperatriz, onde choveu 100 mm em apenas duas horas, foi uma das cidades mais castigadas no Maranhão. Em apenas nove dias, a região já acumulou 410 mm, aproximadamente, superando a média histórica para março que é de 296 mm.

Em quase todo o estado foram registrados alagamentos de cidades, como os casos mais graves na região tocantina, onde, além de Imperatriz, Açailândia viveu um dia de casos com carros boiando pelas ruas (assista vídeo abaixo). Na Ilha de São Luís, um prédio de quatros andares, abandonado, desabou, a rodovia para São José de Ribamar foi prejudica, além de outros prejuízos que devem ser informados pela Comissão de Defesa Civil.

De acordo com o Clima Tempo, nas regiões Norte e Nordeste, a chuva forte e volumosa é causa pelas áreas de instabilidade da  Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que está com forte atividade na costa norte do Brasil. Na Bahia, a presença de uma baixa pressão atmosférica no litoral sul baiano ajudou a formar as nuvens carregadas

Confira alguns volumes de chuva bastante elevados registrados pelo  Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e pelo  Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais (Cemaden) em estados do Nordeste:

  • Imperatriz (MA):  62,8 mm em 1h, 100,0 mm em 2h (entre 14h e 18h)
  • Uruçuí (PI): 64,2 mm em 3h (96,2 mm em 24h, entre 23h de 8/3 e 23h de 9/3)

Confira o volume de chuvas em algumas cidades do Maranhão:

  • Cajari: 182,6 mm
  • São Luís: 140,0 mm
  • Viana: 132,4 mm
  • Imperatriz: 121,4 mm
  • Rosário: 111,8 mm
  • Palmeirândia: 111,6 mm
  • Presidente Vargas: 107,8 mm
  • Lago Verde: 107,8 mm
  • Turilândia: 105,4 mm

Piauí:

  • Ilha Grande; 113,6 mm
  • Batalha: 73,4 mm (72,2 mm em 3 h)
  • Floriano: 56,0 mm

Na Bahia, a chuva caiu muito forte na noite da segunda-feira em áreas do Recôncavo Baiano. Os volumes abaixo foram registrados pelo Cemaden entre 00h e 24h de 9/3/2020.

  • Lauro de Freitas: 113,0 (91,3 mm em 3h, 60,0 mm em 1h)
  • Rio do Antônio: 98,0 mm (82,0 mm em 6h)
  • Cadeias: 73,6 mm (41,6 mm em 3h

Em Patos, no interior da Paraíba, uma pequena área de instabilidade provocou quase 77 mm entre 21h30 e 22h30 de 9/3/2020. Nas duas horas seguintes choveu um pouco mais e o acumulado em 3 horas foi de 87,6 mm. Pequena área de instabilidade no interior da PB provocou temporal em Patos.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação