Nos pênaltis, Inglaterra desclassifica Colômbia e vai enfrentar a Suécia nas quartas de final

0
160
Copa 2018: Colômbia e Inglaterra. Início do jogo.

MARCELO BRANDÃO

A classificação inglesa, que parecia tranquila até o final do segundo tempo, foi dramática. Depois de controlar o jogo durante os 90 minutos, levou um gol de empate nos acréscimos e só se garantiu nas quartas de final nos pênaltis. A classificação inglesa encerra a fase de oitavas de final da Copa do Mundo. Com a vitória, a Inglaterra enfrenta a Suécia na próxima fase.

A Colômbia fez um jogo nervoso durante o tempo normal e melhorou na prorrogação. Mas dependia muito de Falcão Garcia e Cuadrado, seus principais nomes ofensivos, para se manter na competição. Mas eles não estavam em um dia inspirado. James Rodriguez, o craque do time e responsável pela armação de jogadas, sequer foi para o banco de reservas, devido a uma lesão.

Os colombianos ainda tiveram sobrevida na partida com o gol do zagueiro Mina, nos acréscimos. Com seus gols, ele já vinha salvando o time na Copa desde a fase de grupos. Mas dessa vez não foi o suficiente. O placar de 1 a 1 levou o jogo para os pênaltis. Uribe e Bacca perderam suas cobranças, enquanto Henderson errou pela Inglaterra.

No segundo, aos 8 minutos, Carlos Sanchéz derrubou Kane na área durante uma cobrança de escanteio e o juiz marcou pênalti. Os colombianos reclamaram muito, mas não teve jeito. O próprio Kane cobrou, no meio do gol, e abriu o placar.

 

Nos acréscimos, já na base do desespero, a Colômbia foi para o ataque. Uribe acertou um belo chute de voleio, e obrigou Pickford a fazer uma ótima defesa e espalmar a bola para escanteio. Na cobrança, Mina, o zagueiro artilheiro da Colômbia, subiu mais alto que todo mundo, cabeceou com firmeza para para o fundo do gol.

Depois de sofrer o jogo todo com um time que pouco respondia em campo, o torcedor colombiano se sentiu praticamente garantido nas quartas de final quando Ospina defendeu a cobrança de Henderson. Isso acabou deixando o desfecho ainda mais cruel, porque Uribe e Bacca desperdiçaram as duas últimas cobranças do time. Dier tratou de garantir o voo dos colombianos de volta para casa, ao acertar a última cobrança.

Suécia – A Suécia venceu a Suíça por 1 x 0 e avançou às quartas-de-final da Copa do Mundo. Com isso, o país escandinavo volta ao grupo dos oito melhores times de uma Copa após 24 anos. A última vez foi em 1994, nos Estados Unidos, competição vencida pelo Brasil, quando chegou até as semifinais.

Foi uma partida que exigiu muito do sistema defensivo sueco, sobretudo no segundo tempo. Mas a defesa se comportou bem e garantiu a vitória. Lá na frente, Fosberg fez o gol da vitória. Após a partida, o treinador sueco Janne Andersson exaltou o esforço da equipe.

O placar foi aberto aos 20 minutos do segundo tempo. Fosberg recebeu a bola na entrada da área e arriscou. Ela desviou em Akanji no meio do caminho e tirou Sommer do lance, acertando o canto superior direito do goleiro suíço.

(Agência Brasil)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui