Palmeiras se despede da Florida Cup com vitória de virada sobre o New York City

0
227
USA - PALMEIRAS-ATLETICO NACIONAL - ESPORTES - Gabriel Veron,jogador do Palmeiras,partida valida pela Florida Cup 2020, na cidade de Orlando, em 15/01/2020 16/01/2020 - Foto: GLEDSTON TAVARES/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Palmeiras encerrou sua participação no Torneio da Flórida com vitória. Na tarde deste sábado, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo derrotou o New York City, dos Estados Unidos, por 2 a 1, de virada, no Exploria Stadium, em Orlando, em jogo válido pela segunda rodada. Os gols alviverdes foram marcados por Lucas Lima e Willian. De Rosario anotou para os americanos.

Os alviverdes se despedem do torneio de pré-temporada invictos, com cinco pontos, mas, por outro lado, chegaram a três tempos seguidos sem marcar (os dois da partida contra o Atlético Nacional e o 1º deste sábado). Agora, o Palmeiras viaja de volta ao Brasil para a estreia do Paulistão Sicredi, que será contra o Ituano, na próxima quarta-feira (22), no interior de São Paulo.

Para o segundo teste do ano, Luxemburgo mexeu pouco no time titular. Ele apostou nas entradas de Gabriel Menino e Victor Luís entre os titulares. Porém, logo nos primeiros minutos, ele foi obrigado a colocar Ramires na vaga de Bruno Henrique, que sentiu problema muscular. A dinâmica do meio-campo funcionou bem no começo da partida.

Primeiro, Menino aproveitou espaço na intermediária, avançou e rolou para Dudu dentro da área. O atacante finalizou colocado, mas parou em Stuver, goleiro do New York City. Em seguida, Dudu deu uma cavada para Luiz Adriano, que ajeitou de calcanhar para Ramires. O volante apareceu de surpresa, mas não finalizou em cheio e acabou travado.

Mesmo sofrendo pressão na saída de bola, os americanos conseguiram equilibrar a partida e impuseram dificuldades ao Palmeiras. Mitrita cobrou falta de longe e assustou Weverton. Os alviverdes responderam com Raphel Veiga. Ele recebeu de Dudu, dentro da área, e finalizou cruzado. A bola passou na frente da meta e foi para fora.

Antes do intervalo, o New York City abriu o placar. Ramires errou pase no meio-campo e foi facilmente driblado na sequência por Jasson. O atacante aproveitou o espaço e levantou para área. De Rosario se antecipou a Felipe Melo e testou sem chances de defesa para Weverton.

Ao contrário do jogo contra o Atlético Nacional, pela primeira rodada, Luxemburgo voltou para o segundo tempo com apenas uma troca. Willian ficou com a vaga de Raphael Veiga. O Palmeiras voltou dos vestiários desorganizado e quase o New York City ampliou logo aos cinco minutos em jogada individual de Jasson.

Quem marcou, no entanto, foi o Palmeiras. Aos dez minutos, Lucas Lima recebeu pela esquerda e cruzou. A bola saiu mascada. Willian passou na frente da jogada, mas não conseguiu o toque. Mesmo assim, ela entrou calmamente no fundo das redes. A partir daí, Luxemburgou colocou todo o banco de reservas em campo, sacando os titulares.

Na primeira boa trama, aos 19 minutos, Wesley foi até a linha de fundo e cruzou entre os marcadores do time americano. Gabriel Veron não conseguiu alcançar a bola e ela saiu pela linha de fundo. A superioridade foi mantida e concretizou a virada. Aos 27 minutos, Zé Rafael roubou a bola no campo de ataque e acionou Willian. O atacante dominou e finalizou rápido, vencendo o goleiro.

O Palmeiras ainda tentou ampliar com Willian e Wesley, mas a dupla acabou mandando para fora e a vitória por 2 a 1 acabou consolidada.

(FPF)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação