Partido Novo faz balanço altamente positivo de suas atividades este ano

0
117

O presidente do Partido Novo, João Amoêdo, apresentou nesta segunda-feira (30) um balanço altamente positivo da legenda em 2019. Um dos destaques da legenda é a não utilização dos recursos do Fundo Partidário e do Fundo de campanha, dinheiro do qual nçao abrem mão as demais legendas, sejam de esquerda ou de direita, mas o Novo tem em caixa R$ 22 milhões para serem devolvidos e não há mais fazer esse tipo de operação.

Leia a mensagem de João Amoêdo:

Ao terminar mais um ano de trabalho no NOVO, gostaria de agradecer a todos os nossos filiados, mandatários, ex-candidatos, doadores, voluntários, apoiadores, enfim, todos vocês que saíram de suas zonas de conforto para semear uma forma diferente de se fazer política no Brasil.

Mais do que em discursos e promessas, no NOVO acreditamos em atitudes. Nos bons exemplos. Foi com esse espírito que nossos deputados e vereadores economizaram R$ 37 milhões no exercício dos seus mandatos, nossos voluntários – responsáveis pelos diretórios e núcleos do partido – realizaram mais de 1.400 eventos oficiais pelo Brasil, nossos apoiadores divulgaram nossos princípios e valores e contribuíram para que o NOVO obtivesse um crescimento de 55% no número de filiados.

O governador Romeu Zema, junto com uma excelente equipe de secretários, obteve avanços importantes, mesmo com a situação precária do estado que recebeu. Começou a colocar as contas em dia e conseguiu atrair mais de R$ 55 bilhões de novos investimentos, mais do que o dobro do obtido nos últimos 4 anos.

O partido, por sua vez, termina o ano com R$ 22 milhões de verba pública na conta corrente, dinheiro recebido desde 2015 e depositado no Banco do Brasil, aguardando uma autorização legal para ser devolvido ao Tesouro ou aplicado em alguma área essencial, como a educação básica.

O País encerra o ano melhor. O atual governo aprovou e implementou medidas positivas na área econômica e assim começamos a esboçar uma pequena recuperação, mas os principais desafios permanecem. Ainda temos um Estado inchado e intervencionista, com uma máquina administrativa custosa e ineficiente que atrapalha a vida do cidadão, concentra renda, e impede que tenhamos mais oportunidades.

Precisamos sair da armadilha da polarização onde fomos colocados. O embate que ainda prevalece, em detrimento do diálogo, é útil apenas para a estratégia eleitoral de alguns, mas certamente não é o que nos fará evoluir como nação.

O culto às pessoas precisa ser substituído pelo respeito às instituições, pela adoção de valores e pelo debate de ideias. Só assim construiremos uma sociedade próspera, sustentável e ética.

Nesse cenário, o NOVO continuará trabalhando para representar a esperança de mudança. Nosso desafio é manter as características que nos trouxeram até aqui: a perseverança para continuarmos a inovar na política, a coerência para criarmos laços de confiança, o rigor com o nosso ideal de fazer o certo sempre e a humildade para não nos deslumbrarmos com o poder oriundo da política e para reconhecer e corrigir os nossos erros.

Nosso objetivo como instituição é melhorar de forma duradoura a qualidade de vida do maior número de pessoas, o mais rápido possível.

Cada novo filiado, novo apoiador, novo postulante aumenta a nossa velocidade de entrega.

Obrigado a cada um que faz parte dessa história.

Um ano NOVO de muitas realizações para todos.

João Amoêdo
Presidente do Diretório Nacional do NOVO

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui