Pesquisa da Fiema revela que empresário maranhense encerra 2016 otimista

0
258

O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Maranhão (ICEI-MA) no mês de dezembro aumentou 0,2 pontos em relação a novembro, atingindo a marca de 53,4 pontos, demonstrando que o empresário da indústria maranhense encerra o ano mais confiante.

O estudo, elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), foi aplicado entre  os dias 1º a 12 de dezembro, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), atingiu em dezembro um aumento significativo de 11,4 pontos, se comparado a dezembro de 2015.

A pesquisa confirmou o otimismo de todos os setores. Tanto as indústrias da construção civil, quanto as de extração e transformação estão praticamente marcando valores acima dos 50 pontos, no mês (50,4 pontos e 54,8 pontos, respectivamente).

Na contrapartida do cenário local, o índice brasileiro, novamente, ficou abaixo da média, em 48 pontos, apresentando uma falta de confiança dos empresários, enquanto que o indicador do Nordeste também variou negativamente 3,7 pontos, caindo de 53,1 pontos para 49,4 pontos, demonstrando certo receio do empresário frente a atual situação econômica do país.

Expectativa – A pesquisa também apontou que as expectativas de dezembro continuaram com os mesmos índices de dezembro, registrando 58,5 pontos. Quanto às condições atuais das empresas, houve apenas 0,1 ponto de elevação, o que indica uma tímida melhoria nos segmentos industriais. A maior elevação mostrada foi quanto à expectativa para os próximos seis meses em relação às empresas, que cresceu no geral de 60,0 pontos para 60,7 pontos este mês.

O indicador da pesquisa varia de 0 a 100. Os valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário e esse dado é obtido a partir da ponderação dos resultados, referentes às condições atuais e expectativas dos empresários em relação à economia brasileira, o estado e a empresa. Participaram da pesquisa, empresas da Construção Civil e Indústrias Extrativas e de Transformação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui