Polícia Federal nega que Sergio Moro pediu para enquadrar Lula na LSN

0
231

A Polícia Federal emitiu nota nesta quarta-feira (19) em que nega ter havido recomendação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ou outra autoridade para enquadrar o ex-presidente Lula na Lei de Segurança Nacional.

De acordo com a  nota, Lula foi ouvido para esclarecer  declaração dada após sair da  cadeia em que relaciona o presidente Jair Bolsonaro às milícias do Rio de Janeiro, o que pode se caracterizar ofensas.l

Eis o teor da nota:

A Polícia Federal informa que, na data de hoje, 19/02, realizou oitiva do ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Esclarecemos que, em momento algum, o Senhor Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública solicitou, orientou ou determinou sobre eventual enquadramento do ex-Presidente pela prática de crime tipificado na Lei de Segurança Nacional.

A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual Senhor Presidente da República.

Salientamos, ainda, que no relatório já encaminhado ao Poder Judiciário, resta demonstrado a inexistência de qualquer conduta praticada, por parte do investigado, que configure crime previsto na Lei de Segurança Nacional.

Comunicação Social da PF

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui