Presidente do Moto diz que, sem o apoio do governo, clube fica insustentável

0
320

O presidente do Moto Club, Célio Sérgio, anunciou nesta terça-feira (04) uma série de mudanças no departamento de Futebol da agremiação e a mais importante delas foi a saída do técnico Leston Júnior. O treinador pediu para sair após o resultado contra o time do Cuiabá, domingo, quando foi derrotado por 1 a 0, deixando o time na Zona do Rebaixamento.

“Quero deixar claro que quando fui convidado estava totalmente consciente do que iria encontrar aqui, estou saindo porque não consegui os resultados que havia planejado para a equipe, o time está bem organizado, mas falta um algo mais para vencer suas partidas”, ressaltou o ex-técnico, que participou da coletiva.

Já o presidente fez uma explanação sobre as dificuldades financeiras do Moto, que, segundo ele, não é muito diferente das demais equipes maranhenses que estão disputando a competição nacional: Sampaio (Série C) e Maranhão (Série D).

Para Célio Sérgio, o principal problema é a falta de patrocínio e eles não estão vindo porque o governo não facilita a inclusão das empresas nos benefícios da Lei de Incentivo ao Esporte. “Precisamos muito do apoio do governo, sem essa verba não temos como levar o trabalho a frente, não só o Moto, os outros times estão na mesma situação. Se o Cordino tivesse esse apoio, talvez ainda estaria disputando a segunda fase da competição”, explicou o presidente.

Sobre o técnico, Célio Sérgio disse que vai buscar uma solução caseira. Enquanto isso, Marcinho assume o comando interino da equipe. Outra mudança anunciada é na direção do futebol, Waldemir Rosa (Dadá) será substituído por Daniel Menezes. Dadá vai assumir as divisões de base com o desafio de disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior em janeiro de 2018 e o Campeonato Maranhense sub-17.

O time já voltou aos treinamentos  à tarde no CT Pereira dos Santos, agora o foco no jogo contra o Fortaleza, sábado (08), no Estádio Castelão. Mesmo que vença, o Moto ainda não sai da Zona do Rebaixamento, mas o presidente espera contar com o apoio da torcida, pois uma derrota pode dificultar ainda mais as chances de evitar uma queda para a Série D.

(Com dados do Moto e foto de Andreson Lima)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui