Projeto Integrador do Senac exalta a cultura de São Luís por meio de confecções de vestimentas

0
1638

A turma de Costureiro do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) apresentou, na semana que antecedeu ao carnaval, o Projeto Integrador “Cultura Ludovicense Representada por Fantasias Carnavalescas”, em que os alunos trouxeram a criatividade à tona e apresentaram ao público um desfile com muito brilho e originalidade.

O tema central foi dividido em quatro assuntos: Lendas, Arquitetura, Reggae e Bloco Junino. Cada equipe ficou responsável por fazer uma fantasia do subtema escolhido mediante pesquisas, referências históricas e folclóricas e também em montar um stand personalizado.

“A ideia do projeto foi justamente estimular a nossa criatividade para a produção de uma coleção própria, colocando em prática as habilidades que desenvolvemos no curso. O evento também despertou um lado empreendedor, pois aqui nós não copiamos, pudemos fazer algo novo e assim enfrentar todos os desafios dessa proposta de inventar peças autorais. Por mais que tenhamos usado técnicas de modelagem já conhecidas, ao utilizar a customização inventamos algo que se torna único”, disse a aluna do curso Tainara Serra.

Tainara diz que como foi o trabalho de sua equipe. “A minha equipe ficou responsável pelas lendas e nós pegamos a essência de cada personagem e transferimos isso para a roupa por meio de adereços, tecidos, técnicas de costura, e sempre levando em consideração que a proposta era de que as roupas fossem pensadas para o carnaval de rua, então procuramos confeccionar roupas leves e confortáveis para o folião poder brincar à vontade”,

A proposta do Projeto Integrador é proporcionar a interdisciplinaridade entre todos os assuntos abordados durante o curso por meio de uma estratégia de ensino–aprendizagem. No caso da turma de Costureiro, os alunos puderam colocar em prática diversas habilidades estudadas em sala e aprender outras mediante a necessidade de organizar o evento.

“Estou fantasiada de serpente. Escolhi o cetim com estampa animal print para fazer minha roupa. Mas o maior desafio não foi costurar as roupas, pois no decorrer do curso nós aprendemos e evoluímos muito no que diz respeito às técnicas, o grande desafio foi organizar o evento. Tivemos que fazer pesquisa sobre a cultura da cidade, sobre cada aspecto que envolvia o projeto, pensar na decoração do local, na programação do evento, apresentação… foram muitos detalhes que nos possibilitaram aprender não apenas sobre costura, mas sobre diversas outras habilidades”, comentou a aluna do curso, Joana Silva.

Para a execução do projeto, são muitas etapas, o que exige o empenho de toda a turma. “Desde a primeira unidade nós começamos a desenvolver a ideia do Projeto Integrador. Por ser um período carnavalesco, eles escolheram o tema Carnaval e com o tempo foram decidindo de que maneira iriam abordá-lo. O projeto é muito importante no desenvolvimento da visão deles como profissionais, pois no mercado de trabalho é necessário aliar teoria e prática. Outro ponto importante é a questão do reaproveitamento. Aqui eles aprendem a aproveitar a sobra de materiais e criam novas peças, evitando o desperdício”, contou a instrutora do curso, Nícia Maria Nascimento Santos.

A plateia presente ficou encantada com o resultado final do desfile e a equipe de profissionais que pode acompanhar de perto o desenvolvimento dos alunos demonstrou satisfação e orgulho com o trabalho entregue.

“O trabalho foi bem organizado e feito com muito capricho, e o projeto é uma oportunidade para os alunos colocarem em prática todas as competências que foram desenvolvidas ao longo do curso e isso favorece a aprendizagem e traz autonomia e maturidade, o que é substancial para eles ingressarem no mercado de trabalho, pois estarão mais seguros”, afirmou a diretora de Educação Profissional do Senac, Daniela Nogueira.

Uma nova turma de Costureiro terá início em março. A estrutura curricular contempla a aprendizagem de planejar e realizar procedimentos de cortes de tecidos planos; a organização e realização de montagem de peças do vestuário masculino, feminino e infantil; a concretização de procedimentos de costura e acabamento de peças do vestuário masculino, feminino e infantil.

Com carga horária de 212 horas, as matrículas para a próxima turma já estão abertas e você pode conferir mais detalhes acessando o site: www.ma.senac.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui